Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

São Paulo testa grupo contra o Bragantino

Wellington sofre lesão no joelho e aumenta lista de desfalques; por outro lado, o volante Fabrício está pronto para estrear

DANIEL BATISTA, O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2012 | 03h05

O São Paulo tem uma grande chance de provar hoje, em Bragança Paulista, que os nove reforços contratados no início do ano fizeram com que o time passasse a ter um grupo recheado de opções. Afinal de contas, o técnico Émerson Leão tem oito desfalques para o duelo contra o Bragantino. "Temos dificuldades para escalar o time. Isso é desgastante, principalmente para o nosso caso, onde ainda não temos um time definido", disse o treinador.

Ontem, um desfalque inesperado e triste entrou na lista. O volante Wellington torceu o joelho esquerdo. O garoto caiu no gramado e, chorando, teve de ser retirado do campo de maca.

O clima parecia de velório entre os jogadores. Todos perceberam que a lesão era grave e no mesmo joelho onde o garoto teve de passar por cirurgia em 2010, quando sofreu uma ruptura do ligamento cruzado e teve de ficar oito meses parado.

Como não havia mais clima para continuar o treino, Leão decidiu encerrar a atividade e o coletivo cerca de dez minutos após a lesão de Wellington. Geralmente o treino leva 1h30, mas desta vez durou apenas 45 minutos.

"O abalo psicológico é muito grande. Como ele (Wellington) já teve problema anterior vem as lembranças e os pensamentos negativos", disse Leão, chateado com a situação. "Estou triste porque além de ser um excelente jogador é um menino muito bom."

Fora. Além de Wellington, também desfalcam a equipe por causa de lesão João Filipe, Rogério Ceni, Luiz Fabiano e Cañete. Já Paulo Miranda e Willian José estão suspensos e Casemiro, pendurado com dois cartões amarelos, será poupado para não correr risco de ficar fora do clássico contra o Palmeiras. Luis Fabiano poderia voltar no domingo, mas Leão não mostra confiança. "Ele ainda sente dor", explicou.

Em meio a tantas notícias ruins, uma boa. O volante Fabrício está recuperado e vai para o jogo. "Ele pode ser um jogador importante, porque tem garra e desenvoltura", disse o treinador são-paulino.

No Bragantino, o técnico Marcelo Veiga não poderá contar com o volante Eder, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.