Divulgação
Divulgação

São Paulo negocia Ewandro com Udinese e arrecada R$ 8,4 milhões

Atacante estava no Atlético-PR e clube fica com 75% da venda

Ciro Campos, Estadão Conteúdo

23 de junho de 2016 | 21h35

O São Paulo fechou a venda do atacante Ewandro, de 20 anos, para a Udinese, da Itália. O presidente do clube do Morumbi, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, confirmou nesta quinta-feira que por 3 milhões de euros (cerca de R$ 11,3 milhões) acertou a saída do jogador, que estava emprestado ao Atlético-PR desde julho do ano passado. A equipe paulista ficará com 75% do total (R$ 8,4 milhões). O restante irá para a equipe rubro-negra.

Ewandro teve poucas chances no time principal do São Paulo e foi negociado ano passado por empréstimo como um acordo entre as diretorias para resolver uma dívida requerida pelo Atlético-PR desde 2010 pela contratação do zagueiro Rhodolfo. O atacante ficaria no time de Curitiba até o fim da temporada. No clube, foi campeão paranaense neste ano.

Nos últimos dias a diretoria do São Paulo negociou outras duas saídas. O atacante Rogério e o lateral-direito Auro foram emprestados para o Sport. Outro a deixar o clube foi o atacante colombiano Wilder Guisao, que terminou o período de empréstimo de um ano e voltou ao Toluca, time mexicano de onde veio o meia Cueva. O reforço, aliás, fez nesta quinta-feira o primeiro treino pela equipe e foi ao Morumbi para acompanhar o jogo com o Sport.

Ewandro é o terceiro jogador desta geração que o São Paulo vende ao exterior. Antes saíram o meia Boschilia (vendido por 9 milhões de euros ao Monaco) e o meia-atacante Lucas Evangelista (vendido por 4 milhões de euros também à Udinese, em 2014). Lucão, Auro, Matheus Reis, Luiz Araújo e Artur são desta mesma geração.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.