Amanda Perobelli/Estadão
Amanda Perobelli/Estadão

São Silvestre 2018: onde assistir, principais destaques e ruas bloqueadas

A 94ª edição da prova será nesta segunda-feira, com a saída e a chegada na Avenida Paulista

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

30 de dezembro de 2018 | 04h30

A 94ª edição da corrida de São Silvestre, nesta segunda-feira, fecha o calendário esportivo do ano. A largada será em dois horários: às 8h40 larga a elite feminina e às 9h parte a elite masculina. A prova terá transmissão na televisão pela Globo e pela TV Gazeta. O percurso é de 15 km e é completado atletas profissionais em menos de 50 minutos.

A prova representa um desafio para os participantes brasileiros. Desde 2010 um atleta do País não vence a São Silvestre. O último a conseguir o feito foi Marilson dos Santos. Já entre as mulheres, o hiato é ainda maior. A vitória mais recente de uma brasileira foi em 2006, com Lucélia Peres. Para esta edição, novamente os africanos são os favoritos.

A largada e a chegada serão na Avenida Paulista. O ponto de partida será próximo à Rua Augusta e o fim será diante da Fundação Cásper Líbero. A prova tem mais de 30 mil inscritos, dos quais 67,5% são homens e 32,5% são mulheres. A São Silvestre terá a presença de atletas de nove países diferentes.

Principais destaques brasileiros

Ederson Pereira: em 2017, foi o brasileiro mais bem colocado na São Silvestre, com a 12ª posição

Wellington Bezerra: em 2018 foi campeão das Dez Milhas Garoto, vice na Maratona Internacional de São Paulo e 11º na Maratona de Berlim

Gilmar Lopes: vice nas Dez Milhas Garoto e terceiro na Volta da Pampulha em 2018

Joziane Cardoso: melhor brasileira na São Silvestre de 2017, com o décimo lugar, campeã da Pampulha em 2014 e quarta colocada na Tribuna 2018

Andréia Hessel: campeã da Maratona Internacional de São Paulo 2018 e 20ª na Maratona de Frankfurt, também neste ano

Principais destaques estrangeiros

Dawitt Admasu (Bahrein): campeão em 2014 e 2017 da São Silvestre, além de vice em 2016, No ano passado, venceu a Langueux 10k (França) e foi terceiro na Addis Abeba Great Ethiopian Run 10k

Paul Kipkemboi (Quênia): campeão da Meia Maratona do Rio de Janeiro 2018

Sintayehu Hailemichael (Etiópia): ela foi vice na São Silvestre 2018 e na temporada passada, venceu a  Half Marathon Tamesna. Em 2018, foi terceira colocada na Maratona de Rotterdam, na Holanda

Esther Kakuri (Quênia): ela foi campeã em 2018 da Meia do Rio e da Meia Maratona de Buenos Aires

Principais ruas bloqueadas

Avenidas Paulista, Dr. Arnaldo, Pacaembu, Abraão Ribeiro, Marquês de São Vicente, Ipiranga, São João, Brigadeiro Luís Antônio e Rua da Consolação

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.