São Silvestre terá novo horário e trajeto

Tradicional prova volta a ter final na Av. Paulista, mas passa a ser disputada nas manhãs do último dia do ano

O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2012 | 03h10

A São Silvestre vai ganhar novo horário e trajeto para a edição (a 88.ª) deste ano. No dia 31 de dezembro, as largadas vão acontecer às 7h10 para os portadores de necessidades especiais; às 8h40 tem início a prova feminina e a última largada, da prova masculina, será às 9 horas.

As alterações na prova de maior tradição do pedestrianismo brasileiro foram aprovadas durante reunião ontem à tarde na Fundação Cásper Líbero em que participaram representantes da Fundação, da Polícia Militar, da Guarda Civil Metropolitana, da CET, da Rede Globo (detentora dos direitos de transmissão), da Prefeitura, do Governo do Estado, do Metrô, da SPTrans e da SPTuris.

O novo percurso e a mudança do horário do início da prova para a parte da manhã foram feitos com base em um estudo encomendado pela Fundação Cásper Líbero à Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), que propôs, juntamente com a comissão organizadora da prova, algumas alterações no trajeto.

Para se fazer as mudanças foram levados em consideração dois aspectos: a tradição da São Silvestre e o pedido dos atletas, que esperam que o novo horário traga facilidades na utilização do transporte público e uma infraestrutura adequada nos momentos de largada, dispersão e nos serviços prestados, como hidratação e atendimento médico.

Com o fim da prova previsto para as 10h30 da manhã do último dia do ano, as autoridades esperam que a cidade ofereça melhores condições aos espectadores, em boa parte turistas, que vão acompanhar os shows de réveillon na Avenida Paulista.

História. Até 1988 a São Silvestre tinha início por volta das 23h30. A intenção era que a competição terminasse próximo aos primeiros minutos do ano novo.

Em 1989, o início do horário da prova foi alterado para as 15h (mulheres) e 17 h (homens). O trajeto passou a ser de 15 quilômetros. Com isso, a prova passou a fazer parte do calendário da Federação Internacional de Atletismo. Em 2009, a São Silvestre passou por nova e pequena alteração no horário. Ano passado, a prova passou a ter chegada no Parque do Ibirapuera.

Ídolos. A São Silvestre começou a ser disputada em 1925, com 48 atletas participantes. Vinte anos mais tarde a prova passou a ser internacional. Em 1953, o checo Emil Zatopek, a Locomotiva Humana, foi o vencedor.

Quem mais subiu em primeiro no pódio foi o queniano Paul Tergat, campeão em 1995, 1996, 1998, 1999 e 2000.

As mulheres começaram a fazer parte do evento em 1975, quando as Nações Unidas declararam aquele ano como o Ano Internacional da Mulher. A portuguesa Rosa Motta fez história com seis conquistas consecutivas (1981 a 1986).

Os vencedores do ano passado foram o etíope Tariku Bekele e a queniana Priscah Jeptoo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.