Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Sarah Menezes busca a consagração no Mundial de Judô

Sem Leandro Guilheiro e Tiago Camilo, judoca será a única medalhista olímpica da delegação brasileira

O Estado de S. Paulo

22 de agosto de 2013 | 07h30

RIO - Reunida no Rio de Janeiro para treinos visando ao Mundial, que começa na próxima segunda-feira, a seleção brasileira de judô recebeu a imprensa no primeiro dia de treinos na cidade, na Escola de Educação Física do Exército, na Urca.

Sem nomes como Leandro Guilheiro e Tiago Camilo, a responsabilidade de Sarah Menezes, única integrante da equipe a conquistar medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres, cresce ainda mais.

Como de praxe, a peso ligeiro entrará em ação logo no primeiro dia da competição, assim como Felipe Kitadai, que conseguiu o bronze na Olimpíada.

A atleta piauiense está se preparando para dar respostas às adversárias, que certamente estudaram suas estratégias. "Elas estão me estudando, e eu estou as estudando. Procuro variar os meus treinos e ter uma defesa a cada momento em que pegarem no meu quimono, bem como um contra-ataque".

Consagrada na Olimpíada, Sarah ainda não conseguiu esse feito em Mundiais. Na edição de 2010, em Tóquio, e na de 2011, em Paris, foi eliminada na semifinal e ficou com o bronze. Neste ano, depois de uma pausa nos treinamentos, durante a qual chegou a engordar quatro quilos, colheu alguns bons resultados: ouro no Grand Slam de Moscou, bronze no Grand Slam de Paris e duas pratas, no Mundial Masters e no Mundial Militar.

Além de Sarah, o Brasil tem outros quatro judocas liderando o ranking de suas categorias: Mayra Aguiar, Victor Penalber, Maria Suelen Altheman e Rafael Silva.

Apesar disso, nem todos se consideram favoritos. "Vi muitos cabeças de chave perdendo na Olimpíada. Todo mundo que vai estar lá vai tentar conseguir medalha", diz Maria Suelen, que obteve ouro em Moscou.

Tudo o que sabemos sobre:
judôSarah MenezesMundial de judô

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.