Saretta salva 2 match points e vai lutar pelo ouro no tênis

Brasil e Chile repetirão no Riode Janeiro a final do tênis masculino do Pan-Americano de SantoDomingo-2003. Mas em vez dos mais vitoriosos Fernando Meligenie Marcelo Ríos, Flávio Saretta e Adrian García disputam amedalha de ouro, no sábado. No Pan passado a vitória foi brasileira, numa partidaemocionante em que Meligeni despediu-se das quadras derrotandopor 3 sets a 2 o chileno que já havia ocupado a posição denúmero um do ranking mundial. Dessa vez o charme será menor. Saretta é atualmente o 139odo ranking, apenas duas posições à frente de García. Os doissão justamente o primeiro e segundo cabeças-de-chave do torneiode tênis do Pan. O brasileiro classificou-se para a decisão com uma vitóriasofrida sobre o argentino Eduardo Schwank, nesta sexta-feira,quando chegou a ter dois match points contra em 4-5 no segundoset. A vitória de Saretta teve importante participação datorcida que esteve no Clube Marapendi. Schwank visivelmenteperdeu a concentração depois que Saretta empatou o segundo setem 5-5, e a partir de então o argentino não venceu mais nenhumgame até o final do jogo e acabou derrotado por 3-6, 7-5 e 6-0. O próprio Meligeni estava na arquibancada e deu sinais deapreensão quando Saretta estava perdendo. García passou na semifinal pelo colombiano Michael QuinteroAguilar por 6-4 e 7-5. Antes do Pan, o chileno foi derrotado naprimeira rodada dos dois torneios da ATP que disputou, enquantoSaretta tem como único resultado expressivo este ano asemifinal do Aberto do Brasil. Flávio Saretta ainda voltará à quadra mais tarde nestasexta para as quartas-de-final de duplas. Ao lado de MarcosDaniel, ele enfrentará os dominicanos Jhonson García e VictorEstrella.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.