Ricardo Bufolin/Divulgação
Ricardo Bufolin/Divulgação

Sasaki fica perto da final no Mundial de Ginástica

Jovem é um dos dois brasileiros que competem no Individual Geral no campeonato na Bélgica

AE, Agência Estado

30 de setembro de 2013 | 18h00

ANTUÉRPIA - A seleção brasileira de ginástica se destacou logo no primeiro dia de competições do Mundial da categoria, disputado na cidade belga de Antuérpia, a partir desta segunda-feira. Sérgio Sasaki brilhou no Individual Geral e ficou perto de garantir a vaga na final da disputa.

Nas eliminatórias, Sasaki alcançou a nota de 88,699. O melhor ginasta do dia foi o japonês Kohei Uchimura. Tricampeão mundial e atual campeão olímpico, ele liderou a disputa no Individual Geral com 91,924. A definição dos classificados à final será nesta terça. Um quarto dos atletas ainda não entrou na disputa e somente 24 avançam à decisão.

Ao obter o provisório quinto melhor resultado das eliminatórias, Sasaki se aproximou da final e aumentou a confiança na competição. O brasileiro vem embalado pela final olímpica, em Londres, no ano passado, quando terminou no 10º lugar.

"Eu gostei do meu dia. Achei que os árbitros seguraram um pouco a nota, mas isso foi com todo mundo. Na barra e nas paralelas eu fui muito bem. Tive poucas falhas. Quem se classifica entre os seis primeiros ganha um pouco de respeito dos árbitros. Se eu conseguir entrar nesse grupo, será um feito enorme", diz Sasaki, sem esconder a ansiedade.

Sasaki, contudo, não foi o único brasileiro na disputa. O jovem Arthur Nory Mariano, de apenas 20 anos, não foi tão bem quanto Sasaki e tem poucas chances de classificação. Ele somou 85,190 e está na provisória 16ª colocação.

Mesmo assim, o estreante exaltou a experiência que está adquirindo no Mundial. "Comecei o dia um pouco nervoso e cometi alguns erros que não deveria, mas espero chegar à final e se eu chegar, vou corrigir isso. Acho que me desconcentrei um pouco durante a prova, principalmente na barra fixa. Depois, fui para o solo um pouco preocupado", afirmou.

Sasaki e Nory Mariano são os únicos brasileiros na disputa do Individual Geral. Nesta terça, quatro atletas vão estrear na competição por aparelhos. Campeão olímpico, Arthur Zanetti busca vaga nas finais das argolas, enquanto Diego Hypolito disputará no solo e no salto. Francisco Barreto vai competir nas paralelas e na barra fixa e Péricles da Silva, no cavalo com alças. No feminino, Letícia Costa vai estrear no Individual Geral. Daniele Hypolito competirá somente na quarta, na trave e nas assimétricas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.