Scheidt abre competição da classe Star na liderança

Velejador volta a fazer dupla com Bruno Prada, com quem já conquistou três títulos mundiais e duas medalhas olímpicas

Estadão Conteúdo

03 de dezembro de 2014 | 21h11

De volta à classe Star, exclusivamente para defender seu título na Star Sailors League (SSL), Robert Scheidt começou a competição na liderança, nesta quarta-feira, em Nassau, nas Bahamas. Ao lado do antigo parceiro Bruno Prada, o velejador brasileiro somou um primeiro, um segundo e um sétimo lugares nas três regatas do primeiro dia.

A SSL foi criada no ano passado, para que a Star continuasse em destaque mesmo tendo saído do programa dos Jogos Olímpicos do Rio em 2016. Na primeira edição, a dupla brasileira foi campeã, também nas Bahamas. Agora, eles voltaram a se reunir para tentar o bicampeonato - de olho na Olimpíada, Scheidt tem se dedicado à classe Laser.

Com a experiência de três títulos mundiais e duas medalhas olímpicas velejando juntos na Star, Scheidt e Bruno Prada mostraram nesta quarta-feira que não perderam o entrosamento. Diante dos resultados do dia, já contando com o único descarte disponível nas nove regatas da fase de classificação, eles lideram com três pontos perdidos.

A situação só não é melhor porque os brasileiros foram punidos na primeira regata do dia, por causa de uma manobra irregular, e terminaram apenas na sétima posição. "Encostamos no barco do italiano que estava com o mastro quase em cima do nosso barco. Posso dizer que cometi um erro não forçado e tive de pagar um 720° (duas voltas em torno do próprio eixo)", contou Scheidt.

Depois, porém, eles se recuperaram rapidamente, com uma vitória e um segundo lugar nas duas regatas seguintes. "O importante é que o barco está com velocidade. Fizemos boa largada na segunda regata e vencemos. Eu e o Bruno estamos muito satisfeitos com o primeiro dia. Agora é descansar, porque o campeonato exige muito físico", afirmou Scheidt.

A segunda posição do campeonato é dos norte-americanos Mendelblatt e Fatih, com quatro pontos perdidos, enquanto os também brasileiros Jorge Zarif e Henry Boening, que venceram a terceira regata do dia, estão em terceiro lugar na classificação geral, com oito pontos perdidos. Mais três regatas estão programadas para acontecer nesta quinta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.