Scheidt busca título inédito

O velejador Robert Scheidt, pentacampeão mundial da classe Laser, disputa a partir desta segunda-feira a fase final dos Jogos Mundiais da Federação Internacional de Vela (ISAF), até quarta-feira, em Marselha, na França. O brasileiro divide a segunda colocação do torneio com o sueco Daniel Birgmark, com 17 pontos perdidos. O líder é o sul-africano Gareth Blackenberg, com 14 pontos. Por falta de condições climáticas, os participantes conseguiram fazer apenas cinco das dez regatas previstas para os últimos seis dias."Estamos entrando numa fase decisiva e está na hora de caprichar, de lutar por esse título inédito?, diz o líder do ranking mundial da ISAF, de 29 anos, patrocinado pela BrasilPrev, Varig, Bingo Augusta e Volvo Car e integrante da Equipe Permanente Olímpica de Vela Petrobras. "Fiz até agora uma campanha consistente, mas nada de especial. Tenho de melhorar nos próximos três dias.?Robert terminou neste domingo em décimo lugar na sexta regata da competição, mas como apenas metade dos participantes pôde competir, por falta de vento, o dia de torneio foi cancelado, levando em conta apenas os resultados anteriores (sexto, quarto, dois terceiros e um primeiro lugar no caso do brasileiro). A partir desta segunda-feira, os 40 mais bem colocados na classificação geral disputam o título da série ouro, enquanto os demais brigam pelo primeiro lugar da série prata. Os Jogos Mundiais têm a disputa das seguintes categorias, além da Laser Standart: Laser Radial, 470, Hobbie Cat 16, J 80 e Bic Techno Formula. O torneio francês é uma competição especial e não tem nada a ver com o Campeonato Mundial da Classe Laser, que vai ser organizado em setembro, nos Estados Unidos, onde Robert tentará o hexacampeonato mundial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.