Scheidt conquista título em São Paulo

Robert Scheidt decidiu deixar o Carnaval de lado para buscar mais um título. Nesta terça-feira, não precisou fazer grande esforço para ficar com o bicampeonato da classe Laser da II Semana Internacional de Vela do Yacht Club de Santo Amaro. As duas últimas regatas da competição foram canceladas por falta de vento.Scheidt conquistou o título sem precisar entrar na água, já que havia vencido as cinco primeiras regatas, disputadas na Represa de Guarapiranga, na zona sul de São Paulo.Com o descarte obrigatório, o pentacampeão mundial, campeão olímpico em Atlanta/96 e medalha de prata na Olimpíada de Sydney/2000 somou apenas quatro pontos perdidos. Paulo André Pomeranzeff ficou com o segundo lugar, seguido de Eduardo Pacheco.?Algumas classes tentaram velejar, mesmo sem vento, mas na Laser é impossível, ainda mais que estávamos na última raia da represa?, explicou o atleta paulista, de 28 anos. ?Preferiria ter competido, mas infelizmente não deu?, completou.Para compensar o cancelamento de três das oito regatas previstas na competição, Scheidt vai treinar na represa até o fim de semana, quando viaja para o Rio de Janeiro, onde vai cumprir compromissos como porta-voz da Volvo Ocean Race, a maior regata de volta ao mundo.?Por causa do nível baixo das águas na represa, estava sem poder competir ou treinar aqui há muito tempo?, comentou o melhor velejador do mundo e melhor atleta brasileiro de 2001, segundo eleições promovidas pela Federação Internacional de Vela (ISAF) e Comitê Olímpico Brasileiro (COB), respectivamente. ?Por isso, quero treinar mais alguns dias. A represa exige uma grande sensibilidade por causa da oscilação de vento e isso é muito importante para a minha condição técnica.? Semana Pré-Olímpica: Outro bom motivo para Scheidt continuar treinando na represa é o fato de a sua próxima competição, a Semana Pré-Olímpica de Vela, estar marcada para uma lagoa, em Brasília, em março. ?As condições são muito semelhantes e não posso perder a oportunidade de treinar.?Depois de conquistar a medalha de bronze no Sul-Americano de Star, ao lado de Bruno Prada, na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, Scheidt disputou dois torneios na classe Laser, a sua especialidade, e venceu os dois: foi octacampeão brasileiro na Baía de Todos os Santos, em Salvador, e agora bicampeão da Semana Internacional de Vela do Yatch Club de Santo Amaro.?O ano começou muito bem e espero que continue assim?, comentou o atleta. ?Tenho uma verdadeira maratona de competições pela frente e é sempre difícil manter um nível forte de exibições.?Além da classe Laser, a II Semana Internacional de Vela do YCSA teve a participação de barcos nas classes Star, Snipe, Finn, Lightning, Optimist, 420, 470, Hobbie Cat 16 e Prancha a Vela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.