Scheidt e Prada garantem vaga para Pequim na classe Star

Dupla - campeã mundial de 2007 - bate Lars Grael e Marcelo Jordão com duas regatas de antecedência

Bruno Lousada, O Estado de S. Paulo

14 de fevereiro de 2008 | 19h11

Robert Scheidt e Bruno Prada serão os representantes do País nos Jogos Olímpicos de Pequim, em agosto. Campeões mundiais da classe Star em 2007, resultado que garantiu ao Brasil uma vaga em Pequim, eles venceram com duas regatas de antecedência a Seletiva Brasil de Vela, realizada desde sábado na Baía de Guanabara.A classificação veio na primeira etapa desta quinta-feira A dupla terminou em primeiro lugar, superando Lars Grael e Marcelo Jordão, concorrentes diretos pela vaga olímpica. Na segunda prova, Scheidt e Prada ficaram em terceiro, uma posição à frente de Grael e Jordão. Scheidt e Prada acumularam 15 pontos perdidos contra 21 dos vice-campeões Grael e Jordão. Com essa diferença, na melhor das hipóteses, esta dupla ficaria com um ponto a mais na classificação geral (23 contra 22 pontos perdidos). Acharam melhor desistir. "Disputar uma Olimpíada na classe Star é mais um sonho que realizo. Estou animado com a parceria [com Bruno Prada] e o objetivo é representar bem o Brasil na China", disse Scheidt, maior vencedor olímpico brasileiro em modalidades individuais, com duas medalhas de ouro (Atlanta/96 e Atenas/2004) e uma de prata (Sidney/2000) na classe Laser.Aos 34 anos, Scheidt pode se tornar o único tricampeão olímpico do País. "A classificação foi valorizada pelo ótimo desempenho do Lars Grael. Ele é uma pessoa exemplar, um cara para ser admirado. Apesar do acidente que teve (um barco atingiu seu veleiro, mutilando uma perna, em 1998), ainda compete em altíssimo nível internacional." No dia anterior, Scheidt e Grael chegaram a ter alguns desentendimentos quando seus barcos se chocaram em plena competição. O incidente depois foi contornado. Scheidt e Prada vão descansar e viajam no fim do mês para Miami, onde disputam a Bacardi Cup, em março. Em abril, na mesma cidade, vão defender o título do Campeonato Mundial. OUTRA VAGA Patrícia Freitas também se classificou ontem para Pequim ao vencer a seletiva na classe RS:X. "Vou ter de treinar pra caramba", disse ela, nascida em Washington, nos Estados Unidos, e prestes a completar 18 anos. "A minha ficha não caiu ainda. Estou pensando nas viagens que vou ter de fazer e as aulas que terei de perder."A competição termina nesta sexta-feira, com a indicação do velejador da classe Finn. Eduardo Couto é o favorito. Manteve a liderança, com 17 pontos perdidos, já com os dois descartes. Jorge João Zarif permanece em segundo lugar, com 20 pontos.Sete velejadores já haviam garantido vaga na equipe olímpica: Ricardo Winicki, o Bimba, na RS:X; Fernanda Oliveira e Isabel Swan, no 470 feminino; André Fonseca e Rodrigo Duarte, no 49er; e Fábio Pillar e Samuel Albrecht, no 470 masculino.

Tudo o que sabemos sobre:
Pequim 2008Robert ScheidtBruno Prada

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.