Scheidt fica perto do 7º título mundial

Com o cancelamento das duas regatas previstas para hoje, em razão dos ventos inconstantes em Bodrum, na Turquia, Robert Scheidt está mais perto do sétimo título mundial da classe Lase. Líder da competição, com 14 pontos perdidos contra 18 do australiano Michael Blackburn, o iatista brasileiro pode ser campeão nesta quarta-feira, mesmo que não vença nenhuma regata do último dia de disputa."Continua tudo igual. Posso ser campeão sem vencer nenhuma regata, mas para isso preciso chegar sempre próximo do australiano. Mas, como teremos mais um descarte, seja com duas ou três regatas, não dá para fazer muita conta", disse Scheidt, lembrando que a organização ainda não definiu quantas regatas serão disputadas.Mesmo com os maus ventos, houve uma largada nesta terça-feira. "Estava velejando rápido e vinha bem colocado, mas o vento acabou e a prova foi cancelada. Depois, a organização tentou mudar a raia, mas o vento estava muito ?rondado? e, como já era tarde, não foi possível largar de novo", contou Scheidt.Para conquistar o sétimo título mundial de sua carreira, Scheidt disse que vai precisar de muita concentração. "Provavelmente a largada da primeira regata será antecipada para que seja possível a realização de três provas. Muita coisa ainda pode acontecer e o que tenho de fazer é manter a tranqüilidade e entrar na água sem pensar que estou disputando o título mundial."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.