Scolari critica 'técnico' rival por tentar levar Valdivia

Felipão se irrita com colega do Atlético-MG, que estaria tentando contratar o meia. Luxemburgo nega

Bruno Deiro, O Estado de S.Paulo

22 de julho de 2010 | 00h00

Se Felipão quer apagar as más lembranças recentes do Palmeiras, o Botafogo é o rival certo para buscar a primeira vitória no retorno ao clube. Na última rodada do Brasileiro do ano passado, uma derrota por 2 a 1 para os cariocas, no Rio, tirou o Alviverde da Taça Libertadores. Hoje, no Pacaembu, é a hora da revanche.

A derrota por 4 a 2 para o Avaí, com um jogador a mais durante toda a etapa final, foi amenizada por elenco e técnico palmeirenses. Mas passou a impressão de que o time precisa de mais experiência. Além da volta de Marcos, Felipão adiantou que vai promover a entrada de Armero no lugar do jovem Gabriel Silva, de 19 anos, na lateral-esquerda. Léo e Danilo estão suspensos, Maurício Ramos será o companheiro de Edinho na defesa.

Ontem, Scolari foi mais incisivo ao negar sua ida para a seleção. "É bom que se encerre esse assunto. Pelo que eu conheço (da CBF), o nome já estava definido até antes da Copa."

Felipão entrou em polêmica com Vanderlei Luxemburgo, que teria assediado Valdivia para ir para o Atlético-MG. "A única novidade que sei (sobre o Valdivia) é que tem técnico ligando para ele não vir para o Palmeiras e tentando levar para o time dele. Fico surpreso, pois, se está interessado, vai e conversa com Al Ain." Segundo o blog do jornalista Juca Kfouri, Luxemburgo teria feito chegar a Valdivia que Kléber terá salário maior do que o dele no Palmeiras. Luxemburgo negou com veemência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.