Peter Casey
Peter Casey

Seattle Seahawks corre para renovar com Russell Wilson

Escolhido no draft de 2012, quarterback busca seu segundo título consecutivo em seu terceiro ano como profissional

O Estado de S. Paulo

29 de janeiro de 2015 | 16h33

Mesmo recebendo um salário modesto se comparado a Tom Brady (US$ 800 mil contra US$ 14,8 milhões por temporada), seu rival no Super Bowl XLIX, o quarterback Russell Wilson, do Seattle Seahawks, deve ter seu passe valorizado após a decisão da NFL, que acontece no próximo domingo. Por conta disto, a equipe já corre para renovar o contrato do jogador, que expira na próxima temporada. 

Vindo do draft de 2012, o jogador logo se tornou um dos principais nomes da equipe que faturou o Super Bowl de 2013 e do time que alcançou novamente a decisão desta temporada. Por ser novato, o jogador firmou um contrato de valor baixo se comparado aos principais astros da NFL, possibilitando que o Seattle Seahawks pudesse montar um time forte. Estima-se o quarterback deve receber uma oferta de US$ 20 milhões para continuar na equipe.

Caso conquiste o Super Bowl XLIX, Wilson pode se tornar também o mais jovem bicampeão da NFL, à frente de nomes como Joe Montana, Troy Aikman, Terry Bradshaw e Tom Brady, justamente o seu rival na decisão e que vai em busca da quarta conquista. Ele também pode se juntar à lista de campeões consecutivos, sendo o oitavo a alcançar tal feito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.