Sebastian Coe elogia preparação do Rio para 2016

'Integração entre a Vila Olímpica e os locais de competição e de treinamento é incrível', afirma

AE, Agência Estado

15 de outubro de 2013 | 19h21

RIO - Bicampeão olímpico no atletismo e ex-presidente do Comitê Organizador dos Jogos de Londres, o inglês Sebastian Coe trabalha hoje como presidente do Comitê Olímpico Britânico (BOA, na sigla em inglês). E foi nessa condição que ele visitou nesta terça-feira as obras da Vila Olímpica do Rio, quando disse estar impressionado com o projeto da Olimpíada de 2016.

"Estou impressionado com tudo o que vi. A integração entre a Vila Olímpica e os locais de competição e de treinamento é incrível. É um grande privilégio estar aqui", afirmou Coe. "A Vila Olímpica é o coração dos Jogos para os atletas. Não é apenas um quarto para descanso. É o local onde os melhores atletas do mundo vão se preparar para um dos momentos mais importantes das suas vidas. Por isso tem que ser tratada como prioridade."

Coe tem a experiência de quem participou da Olimpíada como atleta e dirigente. Foi bicampeão olímpico dos 1.500 metros em Moscou/1980 e Los Angeles/1984, além de ter duas medalhas de prata na prova dos 800 metros nas mesmas edições do evento. E também foi o principal responsável pela organização dos Jogos de Londres, no ano passado. "O Rio fará Jogos fantásticos", prevê o inglês.

O presidente do Comitê Organizador da Olimpíada de 2016, Carlos Arthur Nuzman, acompanhou o dirigente inglês na visita desta terça-feira. "Coe é um grande amigo. A experiência dele e da sua equipe é muito importante para nós. Mais importante ainda é que os britânicos vão continuar trabalhando conosco", disse o brasileiro, citando a cooperação que existe entre os responsáveis pelos Jogos no Rio e Londres. Ele também aproveitou para dizer que 20% das obras da Vila Olímpica já estão concluídas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.