Reprodução/ Instagram
Reprodução/ Instagram

Secretário da Cultura recebe Jair Renan, filho de Bolsonaro, para reunião sobre jogos eletrônicos

Encontro com o filho do Presidente da República não consta na agenda oficial de Mario Frias

Julia Lindner/ Brasília, O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2020 | 19h39

O secretário especial da Cultura, Mario Frias, recebeu uma visita de Jair Renan Bolsonaro, um dos filhos mais novos do Presidente da República, para uma reunião sobre esportes eletrônicos, os eSports - aqueles jogados por computador ou videogame. A reunião não consta na agenda oficial de Frias, que está sem compromissos oficiais para esta segunda-feira, 31.

"Reunião com @bolsonaro_jr sobre o futuro dos E-games", escreveu Frias na legenda da foto em que aparece ao lado de Jair Renan, em uma rede social. Na imagem, os dois estão no gabinete do secretário, localizado na Esplanada dos Ministérios.

O filho do presidente, por sua vez, compartilhou a mesma foto e afirmou que teve uma reunião "importante" com o secretário da cultura. "O futuro do e-sport sendo pautado", declarou o jovem, que é estudante de Direito.

No final de abril, Jair Renan tratou com desdém a pandemia da covid-19 na internet e acabou banido da plataforma Twitch. Na época, o Brasil possuía cerca de 5 mil mortos. Hoje, são mais de 120 mil.

“Isso é história da mídia aí para trancar você dentro de casa. Achar que o mundo está acabando. Pô, é só uma gripezinha, irmão", disse, emendando um palavrão. "Peguei, passou. Prefiro morrer tossindo do que morrer transando”, completou na ocasião. Depois ele se corrige e diz que prefere morrer transando do que tossindo.

Em outros momentos do vídeo, em que Jair Renan aparece disputando um jogo online, ele também fala da doença. Ao interagir com outros jogadores, ele é questionado no “chat” da transmissão se teve a doença, mas desta vez afirma que não e repete frase de seu pai. “Essa gripe não chega até mim, não. Meu histórico de atleta.”

Procurada, a assessoria do Ministério do Turismo, a qual a Secretaria da Cultura é subordinada, não soube detalhar quais seriam os planos de Mario Frias para o futuro dos esportes eletrônicos.

Como mostrou o Estadão, especialistas avaliam que o mercado dos esportes eletrônicos e games foi um dos que melhor conseguiram se readequar a pandemia do novo coronavírus. De acordo com a Games Industry Biz, as vendas do setor, só no primeiro trimestre de 2020, cresceram 63%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.