AFP
AFP

Seis cubanos deixam delegação do país durante Pan-Americano

Técnico identifica 4 remadores e outros 2 saltadores que saíram

Estadão Conteúdo

15 de julho de 2015 | 18h10

Seis atletas cubanos abandonaram a delegação do país nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá: quatro remadores tiveram os nomes confirmados pelo técnico Juan Carlos Reyes e dois dos saltos ornamentais não foram identificados.

De acordo com Reyes, Liosmel Ramos, Wilber Turro, Manuel Suárez e Orlando Sotolongo fugiram para os Estados Unidos. Eles deixaram a sede da modalidade em St. Catharines, na província de Ontario, que fica próxima à fronteira.

O treinador disse que Ramos e Turro abandonaram a delegação antes do início das regatas do último sábado. Suárez e Sotolongo chegaram a disputar suas provas e depois fugiram. Sotolongo ainda garantiu a medalha de prata como integrante da equipe de quádruplo skiff. Os quatro desertores mantiveram contato com os companheiros de equipe por meio das redes sociais.

O site oficial de Cuba, o CubaSí, foi quem deu a informação dos outros dois atletas dos saltos ornamentais. Ao comentar a participação do país na modalidade, escreveu: "estamos inconformados de sofrer a estocada mortal de dois desertores". O texto, no entanto, não cita o nome dos atletas e também não diz como e quando abandonaram a delegação.

Os responsáveis pela organização do Pan de Toronto disseram ainda não terem sido informados pela deserção dos atletas de Cuba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.