Seis meses após Copa, Arena da Baixada passa por novas modificações

Apenas seis meses depois da Copa do Mundo, o Atlético Paranaense está sendo obrigado a realizar novas modificações na Arena da Baixada. Nesta sexta-feira, a diretoria do clube rubro-negro informou que o Corpo de Bombeiros fez exigências que vão obrigar a retirada de cadeiras do anel superior, o que deverá reduzir a capacidade da arena.

Estadão Conteúdo

16 de janeiro de 2015 | 15h53

"Devido à inclinação do antigo anel superior, a Arena está sofrendo importantes alterações em seu layout. Essas alterações envolvem o reposicionamento de todas as cadeiras do anel superior e a colocação de guarda corpo, tudo com o propósito de fornecer maior segurança e conforto para todos que frequentam esses setores", explicou a direção do Atlético.

A instalação dos chamados "guarda corpos" (barras que impedem que pessoas caiam arquibancada abaixo) foi exigida pelo Corpo de Bombeiros em diversos dos estádios construídos ou reformados recentemente, uma vez que tem sido comum a utilização de arquibancadas mais íngremes.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014futebolArena da Baixada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.