Seleção brasileira de handebol irá enfrentar a Argentina no ABC

Seleção brasileira de handebol irá enfrentar a Argentina no ABC

Com vaga no Mundial de 2015, Brasil se prepara ao enfrentar Argentina em novembro pelo Torneio Quatro Nações

Estadão Conteúdo

13 de outubro de 2014 | 18h09

Enquanto a seleção brasileira feminina de handebol acabou de disputar um torneio amistoso contra Dinamarca, Noruega e França, três das principais potencias da modalidade, o time masculino não tem a mesma reputação. A equipe tem programado quadrangular entre os dias 30 de outubro e 1.º de novembro, em São Bernardo do Campo (SP), contra rivais bem mais modestos: Argélia, Egito e Argentina.

O Brasil está garantido no Mundial do ano que vem, que vai acontecer em janeiro do ano que vem, no Catar, e quer usar o Torneio Quatro Nações como preparação. O desafio mais importante é o clássico contra a Argentina, em 1º de novembro, no Ginásio Adib Moyses Dib.

"Este será um bom torneio. São equipes que vêm de diferentes escolas. A Argélia possui atletas bem jovens e é um time mais aberto. O Egito é uma equipe bastante dura e tradicional, que conta com um arremesso potente. A Argentina vive um bom momento, com vários jogadores atuando em clubes europeus. Além disso, faz um tempo que não jogamos no Brasil. Com certeza, será uma boa preparação para o Mundial", comentou o técnico Jordi Ribera.

Nesta segunda-feira, ele convocou 18 jogadores para o torneio. Ficou fora da lista o capitão Zeba, machucado. Por outro lado, o treinador dará mais uma oportunidade a alguns garotos vindos das seleções de base. "Com estes jogos, vamos poder dar mais experiência aos meninos que vieram das categorias de base. Estamos tentando dar mais ritmo a eles. Isso é muito importante", Ribera.

A lista tem nove jogadores que atuam na Espanha, um que está na França e outro de Portugal. Dos clubes brasileiros, o que tem mais jogadores convocados é o Taubaté (SP), com cinco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.