Divulgação
Divulgação

Seleção brasileira de judô disputa a primeira competição do ano

Equipe de 22 atletas, entre jovens promessas e experientes judocas, viaja terça para a disputa do GP de Dusseldorf no fim de semana

Estadão Conteúdo

17 de fevereiro de 2015 | 15h37

O calendário competitivo do judô brasileiro começa no fim de semana. Nesta terça-feira, 22 atletas viajam para a Alemanha, onde disputarão o Grand Prix de Düsseldorf entre os dias 20 e 22 de fevereiro. O torneio marca o início do Circuito Mundial da Federação Internacional (FIJ).

As duas primeiras atividades da seleção foi com treinamentos de campo. No início de janeiro, os atletas passaram uma semana na cidade de Mittersill, na Áustria, com cerca de 700 judocas. Já entre os dias 26 de janeiro e 9 de fevereiro, o Brasil sediou na cidade fluminense de Saquarema um treino com 300 atletas de 13 países.

A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) decidiu enviar para a Europa uma equipe mista. Estarão no grupo atletas experientes, como os medalhistas olímpicos Sarah Menezes, Ketleyn Quadros e Leandro Guilheiro (que retorna à seleção após quase dois anos), além de judocas que já foram campeões mundiais, como Rafaela Silva e Luciano Corrêa. Eles estarão no time com jovens como o meio-leve Ricardo Santos Júnior, bronze no Mundial Sub-21, e a meio-médio Danielle Karla Oliveira, ambos em seu primeiro ano na equipe nacional.

"Estou com aquela ansiedade e nervosismo, até porque é minha primeira competição como senior. Me sinto bem preparada para fazer o meu melhor. Esse é o meu maior objetivo. Sei que não vai ser fácil, mas também não é impossível", diz Danielle.

A seleção fica na Alemanha até o dia 26, em um treinamento de campo ainda em Düsseldorf. A equipe feminina, com exceção de Érika Miranda, Rafaela Silva e Sarah Menezes, disputará o Aberto de Praga. Os homens seguem para a Polônia, para competir no Aberto de Varsóvia, e voltam ao País em 2 de março.

Tudo o que sabemos sobre:
judô

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.