Cinara Piccolo/Divulgação
Cinara Piccolo/Divulgação

Seleção brasileira vai a Santiago com base campeã do mundo no handebol

Morten Soubak reúne time da conquista na Sérvia, em dezembro, para os Jogos Sul-Americanos no Chile

AE, Agência Estado

25 de fevereiro de 2014 | 18h25

SÃO PAULO - O técnico Morten Soubak anunciou nesta terça-feira a lista de convocadas para os Jogos Sul-Americanos de Santiago, que começam no próximo dia 7, no Chile. Será a primeira competição oficial do Brasil depois do título mundial feminino de handebol conquista em dezembro passado, na Sérvia.

Como as datas dos Jogos Sul-Americanos coincidem com jogos da Liga dos Campeões da Europa, Soubak não pôde convocar a central Duda e a pivô Dani Piedade, uma vez que os times delas têm compromissos na competição europeia. O Dínamo Vologrado, da Rússia, joga pela Recopa e não liberou a goleira Mayssa.

Por outro lado, o Hypo, clube austríaco com o qual da CBHb tem parceria (que será encerrada em maio), antecipou para 1 e 2 de março os dois jogos das quartas de final da Liga Europa contra o Byasen Trondheim, da Noruega. Assim, Soubak, que é técnico do Hypo, pôde convocar sete jogadoras da equipe.

Com relação ao grupo campeão mundial, as novidades são a goleira Jéssica Oliveira, do Concórdia-SC, a ponta-direita Célia Coppi, a pivô Regiane (ambas da Metodista/São Bernardo, a ponta Francielle, do Hypo, e a armadora Patrícia Batista, do Toulon (França).

O Brasil chega à competição com extremo favoritismo. "Na América, sempre tivemos uma certa hegemonia, mas agora, sem dúvida, ela vem coroada por um título grandioso, então, é claro que queremos jogar como campeãs do Mundo. Queremos fazer bonito e voltar a celebrar", comenta Dara.

Tudo o que sabemos sobre:
handebolJogos Sul-AmericanosRio 2016

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.