Divulgação/CBDI
Divulgação/CBDI

Seleção de Futsal Down consegue apoio da CBF para jogar Mundial

Entidade fecha acordo com a Confederação Brasileira de Desportos para Deficientes Intelectuais (CBDI)

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de fevereiro de 2020 | 19h22

Semanas depois de a seleção brasileira de Futsal Down promover uma “vaquinha” para defender o título mundial, na Turquia, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vai ajudar a equipe. A entidade fechou parceria com a Confederação Brasileira de Desportos para Deficientes Intelectuais (CBDI), em acordo anunciado na última segunda-feira, para financiar a participação da equipe na competição.

O crowdfunding arrecadou R$ 64,4 mil, que corresponde a 25% dos R$ 256 mil necessários para bater a meta, com um total de 711 apoiadores. A ajuda de custo da confederação, porém, permitiu a inscrição do futsal brasileiro nos Jogos Olímpicos para atletas com Síndrome de Down, que começam em 31 de março.

A parceria para a seleção poder viajar para a Turquia se deu após pedido do senador Romário (Podemos-RJ), conhecido no Congresso por defender pautas ligadas a deficientes. O ex-atacante compareceu na semana passada à sede da CBF, no Rio, para solicitar pessoalmente o auxílio a Rogério Caboclo, presidente da entidade.

Cleiton Monteiro, técnico da seleção brasileira de Futsal Down, foi um dos idealizadores da “vaquinha virtual”. Ele esteve na sede da CBF na última segunda-feira para participar do desfecho das negociações com o secretário-geral, Walter Feldman, e não escondeu sua empolgação pelo final feliz.

“Somos os atuais campeões mundiais e estamos muito felizes. É um momento histórico para a confederação e para o futsal down estar aqui fechando esta parceria para poder participar do Mundial”, vibrou Monteiro.

Feldman também celebrou o acordo e enalteceu os feitos da equipe formada por atletas com Síndrome de Down. “É uma seleção que já foi campeã e tem esse prestígio internacional alcançado, e o presidente Rogério Caboclo solicitou que a CBF Social os auxilie nessa demanda. Já fizemos todo o acerto interno e a seleção de futsal down estará na Turquia defendendo o título no mês de março e, se Deus quiser, sagrando-se campeã”, disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.