Seleção de ginástica artística promete um bom ano

A seleção brasileira feminina de ginástica artística segue em treinamento no Rio de Janeiro. No ginásio do Flamengo, a equipe, que está trabalhando junta desde a semana passada, tem agradado aos técnicos, que já acreditam em uma grande temporada das ginastas. "Esse é um ano chave para a nossa seleção e, sabendo disso, as meninas estão extremamente empenhadas e se dedicando bastante já desde esse primeiro estágio de treinos", declarou Ricardo Pereira, que trabalha ao lado de Iryna Ilyashenko, Viviane Cardoso e Adriana Alves na comissão técnica.

AE, Agência Estado

15 de fevereiro de 2011 | 16h50

A principal novidade da seleção neste início de ano é a volta de Ana Cláudia Silva. A ginasta de 18 anos se recuperou de uma lesão no joelho direito e foi muito elogiada por Ricardo. "Ela acrescenta muito ao nosso grupo, especialmente nas paralelas assimétricas. A Seleção do Brasil precisa muito dela nesse aparelho", declarou. "Estou muito feliz e vou fazer de tudo para ficar em forma o mais rápido possível e estar bem nas competições", declarou Ana.

"É uma motivação a mais saber que o grupo fica feliz com a minha volta e, por outro lado, é uma responsabilidade também. Só não vejo problemas porque essa responsabilidade já faz parte da nossa rotina de qualquer forma. Ainda estamos no início do ano e ainda não estou me sentindo 100%, mas estou me esforçando para chegar lá e retribuir esses elogios", completou a ginasta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.