Divulgação/Photo&Grafia
Divulgação/Photo&Grafia

Seleção de ginástica rítmica ganha 2 novas integrantes

Jéssica Silveira, de 17 anos, e Pâmela Oliviera, de 15, são aprovadas após uma semana de avaliações em Aracaju

AE, Agência Estado

18 de outubro de 2010 | 19h04

Após uma semana de avaliações, no Centro Nacional de Treinamento em Aracaju, foram definidas nesta segunda-feira as duas novas integrantes da seleção brasileira de ginástica rítmica de conjunto. A capixaba Jéssica Silveira, de 17 anos, e a paranaense Pâmela Oliveira, de 15 anos, venceram a disputa com outras quatro ginastas e ganharam o direito de se juntar ao grupo, que já conta com oito atletas.

As seis ginastas foram avaliadas pela treinadora da seleção brasileira de conjunto, Giurga Nedialkova, e pela coordenadora da ginástica rítmica da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), Cristina Vital. Agora, após a aprovação na seletiva, Jéssica e Pâmela se mudarão ainda neste ano para a cidade de Aracaju, onde fica concentrada a equipe do Brasil.

"Estou muito feliz. Consegui realizar o meu sonho que era entrar para a seleção. São muitos anos de dedicação e esforço. Agora, estou me sentindo realizada", afirmou Jéssica. "O próximo sonho é participar de uma Olimpíada representando o Brasil e sei que, para isso, vou ter que me empenhar ainda mais."

"Me esforcei bastante e treinei muito para ser aprovada e entrar para a seleção brasileira. Agora que consegui isso, estou muito feliz", disse Pâmela. "Foi uma semana cansativa, pois treinamos muito forte, mas muito proveitosa. Aprendi bastante e só tenho a agradecer pela evolução que consegui nesses dias."

As outras ginastas da seleção brasileira, que terão agora a companhia de Jéssica e Pâmela, são Luísa Matsuo, Ana Paula Scheffer, Ana Paula Alencar, Ana Paula Ribeiro, Larissa Barata, Letícia Dutra, Jéssica Oliveira e Jéssica Maier.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.