Seleção desfalca 9 times em 2 rodadas do Nacional

Mano Menezes prometeu não convocar jogadores que atuam no País para os amistosos da seleção em novembro, para não prejudicar os times na reta final do Campeonato Brasileiro. Mas em outubro o prejuízo será inevitável para 9 equipes, que tiveram atletas chamados para os compromissos com Iraque (dia 11) e Japão (16). Elas estarão desfalcadas por pelo menos duas rodadas, a 29.ª e a 30.ª - é o que sustenta a CBF -, mas há risco de perdê-los também na 31.ª.

O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2012 | 03h05

Isso porque os jogadores retornam ao Brasil na manhã do dia 17 e à noite a tabela do Nacional marca rodada completa. Ou seja, um dia após defenderem a seleção, terão, se escalados pelos clubes, de entrar em campo horas depois de saírem do avião.

O Santos não terá Neymar contra Botafogo (dia 11) e Vasco (14), mas poderá escalá-lo contra o Atlético-MG, no dia 17.

Lucas não servirá ao São Paulo no dia 10 contra o Vasco, com quem luta por vaga na Libertadores, e quatro dias depois contra o Figueirense. O meia voltará ao clube na manhã do confronto com o Atlético-GO. Paulinho desfalcará o Corinthians nos encontros com Flamengo (10 de outubro) e Portuguesa (13). No dia 17, o jogo é com o Cruzeiro.

Dos clubes cariocas, o Botafogo também ficará sem Jefferson contra o Grêmio (14). Mas o terá de volta para o clássico do dia 17 com o Vasco, do convocado Dedé, ausência certa contra os paulistas Santos e São Paulo.

No Fluminense, os jogos contra Bahia (10) e Ponte Preta (14) serão sem Thiago Neves. No dia 17, o adversário será o Grêmio, também na briga pela taça e que não terá Fernando contra Sport (11) e Botafogo. Outro postulante ao título, o Atlético-MG fica sem o goleiro Victor contra o Inter de Leandro Damião (10) e Sport (14). No dia 17, visita o Santos. Os gaúchos não terão Damião também contra o Atlético-GO (13), mas ele estará de volta no dia do jogo com o Figueirense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.