Site ofical da CBG
Site ofical da CBG

Seleção é definida para Mundial com Zanetti e sem Diego Hypolito e Flávia Saraiva

Competição será em outubro, em Montreal, no Canadá

Estadão Conteúdo

31 de agosto de 2017 | 14h02

A seleção brasileira de ginástica de artística está definida para o Mundial, que será disputado em outubro, no Canadá, em Montreal. Nesta quinta-feira, a Confederação Brasileira de Ginástica anunciou a convocação da equipe nacional para o torneio com a presença de Arthur Zanetti e as ausências de Flávia Saraiva e Diego Hypolito.

Na disputa masculina do Mundial, o Brasil será representado por Zanetti, Arthur Nory Mariano, Caio Souza e Francisco Barretto Júnior. Já Rebeca Andrade e Thais Fidelis vão participar da competição no naipe feminino.

Zanetti chegou a preocupar para o Mundial por causa de uma lesão no braço esquerdo. Agora, porém, ele está confirmado na competição em Montreal, onde vai buscar mais uma medalha em Mundiais - foi ouro em 2013 e prata em 2011 e em 2014 na disputa das argolas.

Flávia Saraiva está fora do Mundial porque ainda se recupera de uma lesão na coluna, problema semelhante que afastará Diego Hypolito do torneio, pois ele ainda não recuperou a sua melhor forma. Outra ausência é a de Jade Barbosa, que contundiu o pé direito durante a última edição do Campeonato Brasileiro.

O Mundial de Montreal será o primeiro do novo ciclo olímpico, tendo disputas por aparelho e no individual geral. E o coordenador de ginástica artística da confederação, Marcos Goto, explicou que a convocação foi definida avaliando possibilidade de classificar mais atletas para finais.

"Esses são os ginastas que hoje têm mais possibilidade de chegar a uma final no Mundial. Foi entendido por todos os resultados ao longo do processo que esses ginastas podem buscar o maior número de finais e com possibilidade de medalhas para o Brasil", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Ginástica ArtísticaArthur Zanetti

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.