Seleção feminina de handebol inicia torneio em Brasília mirando Mundial

A seleção brasileira feminina inicia na semana que vem a campanha em busca do bicampeonato mundial de handebol. Antes de viajar à Dinamarca, entretanto, o time comandado por Morten Soubak tem mais três jogos a fazer. Desta sexta-feira até domingo, o Brasil recebe Eslovênia, Argentina e Sérvia para um quadrangular amistoso em Brasília.

Estadão Conteúdo

26 de novembro de 2015 | 18h53

"Esta semana é decisiva, todo mundo está consciente disso. Estamos dando o nosso máximo e o Morten (Soubak, técnico) nos elogiou, coisa que não é normal. Quando ele elogia, realmente é verdade", comenta a ponta Alexandra, que foi eleita a melhor jogadora do mundo em 2012 e segue como um dos destaques da seleção.

No ano passado, o prêmio foi para a também brasileira Duda. A central passou boa parte do ano se recuperando de uma cirurgia, mas está de volta à seleção. "Esta realmente é a reta final, são nossos três últimos jogos preparatórios antes do Mundial, então são muito importantes porque nosso foco está muito maior neste momento. A gente quer aproveitar mesmo os jogos para embarcar com um bom sentimento para o Mundial", conta.

A estreia da seleção no chamado Torneio Quatro Nações será às 19h15, contra a Eslovênia, rival que depois de jogar em Brasília volta para casa. Dos quatro times que jogarão no Ginásio Nilson Nelson, é o único que não vai disputar o Mundial.

"A Eslovênia tem qualidade e tradição. Joguei com muitas dessas meninas e sei que não será fácil. A equipe não tem a mesma força como antigamente, mas é uma seleção europeia que vai dar trabalho. Temos que tomar muito cuidado e entrar focadas, até porque perdemos para elas no último encontro", comentou a pivô Dani Piedade, que atuou na Eslovênia nas últimas duas temporadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.