Seleção feminina de handebol ministra clínica para crianças em escola estadual

Equipe fez visita para 40 alunos antes do amistoso contra a República Dominicana, no domingo, em São Bernardo do Campo

O Estado de S. Paulo

28 de janeiro de 2014 | 18h57

SÃO BERNARDO DO CAMPO - A seleção brasileira feminina de handebol fez uma visita à Escola Estadual Professora Maristela Vieira, no Jardim Telma, em São Bernardo do Campo, nesta terça-feira. A equipe de 20 atletas - que incluiu quatro jogadoras que foram campeãs mundiais na Sérvia, em dezembro - ministrou uma clínica para um grupo de 40 alunos. O Brasil faz no domingo, no Ginásio Poliesportivo de São Bernardo, o primeiro jogo após o Mundial. Será um amistoso contra a República Dominicana, às 12 horas.

O colégio de São Bernardo conta com um núcleo do projeto MiniHand, da Confederação Brasileira de Handebol em parceria com os Correios e o Banco do Brasil. "Achei uma iniciativa linda. Comecei em uma quadra pequena como a desta escola, e é bom ver as crianças com uma base boa e sabendo todas as regras do handebol", comentou a pivô Elaine Gomes, campeã na Sérvia junto de Amanda Andrade, Deborah Hannah Nunes e Mayara Moura.

 

As crianças se dedicaram às atividades e mostraram talento. Carolina de Souza Brum, de 12 anos, aprovou a experiência. "Foi maravilhoso ter conhecido essas atletas profissionais, que jogam na seleção. Foi muito bom ter feito esta clínica e saber um pouco mais sobre o trabalho delas, porque só acompanhamos pela televisão. Foi incrível." A garota começou a jogar handebol há seis meses e quer seguir na modalidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.