Seleção feminina de judô faz treinamento na Holanda

Depois de passar uma semana treinando em Paris, a seleção brasileira feminina de judô começou nesta quinta-feira mais um período de treinamentos, dessa vez em Arheim, na Holanda. Com Gabriela Chibana (até 48kg), Érika Miranda (até 52kg), Rafaela Silva (até 57kg), Ketleyn Quadros (até 57kg), Katherine Campos (até 63kg), Nádia Merli (até 70kg) e Rochele Nunes (acima de 78kg), o grupo ficará reunido na cidade holandesa até segunda.

AE, Agência Estado

27 de junho de 2013 | 16h29

O intercâmbio internacional, com treinos com seleções estrangeiras em outros países, faz parte do planejamento da Confederação Brasileira de Judô (CBJ) para a preparação para a disputa da Olimpíada do Rio, em 2016. "Esse tipo de trabalho é essencial. Estamos no início de um novo ciclo olímpico e temos que aproveitar esse momento para adquirir experiência e estudar o estilo de luta de cada adversária. Treinar com essas garotas agora e estudá-las o máximo possível para sempre estar bem preparada, principalmente em 2016", afirmou a judoca Nádia Merli.

"Durante as atividades, diversos detalhes serão analisados pelos integrantes da comissão técnica. Por termos menos atletas do que nos treinos com a seleção completa, a realização de um trabalho específico será facilitado. Dessa forma, poderemos cada vez mais individualizar os trabalhos para cada um dos judocas presentes ao treinamento", disse Ney Wilson, gestor técnico das seleções adultas do Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
judôseleção brasileira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.