Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Divulgação/Federação Internacional de Handebol
Divulgação/Federação Internacional de Handebol

Seleção feminina perde da Polônia e fecha Mundial em 18º lugar

Brasil se despede da competição na Alemanha com derrota por 29 a 27

Estadão Conteúdo

11 de dezembro de 2017 | 15h22

Campeã em 2013, a seleção brasileira feminina de handebol despencou 17 posições quatro anos depois. Nesta segunda-feira, o Brasil encerrou a sua participação no Mundial, que está sendo realizado na Alemanha, em uma modesta 18ª colocação ao perder por 29 a 27 para a Polônia.

+ Em jogo histórico, transexual estreia na Superliga Feminina

Eliminado já na fase de grupos do Mundial, o Brasil foi relegado ao torneio de consolação, valendo o 17º lugar. A equipe até venceu o seu primeiro jogo, no último domingo, diante de Camarões (28 a 26), mas nesta segunda sucumbiu no confronto com as polonesas.

Nesta segunda-feira, em Leipzig, a seleção voltou a repetir erros que culminaram na campanha ruim, com falhas defensivas e problemas nas finalizações. Assim, foi ao intervalo perdendo por 15 a 13. E a Polônia conseguiu sustentar a vantagem de gols no segundo tempo, fechando o jogo com o placar de 29 a 27.

A ponta Mariana Costa foi a artilheira do Brasil na partida com oito gols marcados. A central Ana Paula também se destacou, com cinco gols, enquanto Duda Amorim e Dayane Rocha fizeram quatro cada para a seleção. Já Karolina Kudlacz-Gloc marcou sete vezes para a seleção polonesa.

Com o resultado, o Brasil encerrou a sua campanha no Mundial com duas vitórias (Tunísia e Camarões), dois empates (Japão e Montenegro) e três derrotas (Rússia, Dinamarca e Polônia).

Tudo o que sabemos sobre:
Handebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.