Seleção masculina de basquete enfrenta a França em amistoso

Time de Rúben Magnano, que deixou boa impressão na derrota para os EUA, tem mais um bom teste antes da Olimpíada

ESTRASBURGO, O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2012 | 03h02

A seleção brasileira masculina de basquete tem mais um bom teste hoje, em sua preparação para a Olimpíada de Londres. O time entra em quadra às 14h30 (horário de Brasília) e vai encarar a França de Tony Parker, Boris Diaw, Ronny Turiaf e Yahhouba Diawara. Um outro francês, Nicolas Batum, ingressou na NBA. Assinou com o Porland Trail Blazers um contrato de US$ 46 milhões por quatro temporadas. Como acertou sua situação esta semana, sua chegada a Estrasburgo está prevista para hoje, mas ele só deverá jogar contra a Austrália, e isso caso seu seguro fique pronto.

Parker, Diaw, Turiaf e Diawara jogam juntos há muito tempo, e foram campeões do Europeu Júnior em 2000. Vice-campeã do Eurobasket do ano passado, após perder a final para a Espanha, a França é apontada como um dos fortes candidatos a uma medalha de prata ou bronze, ao lado da Espanha e do Brasil. Mas Rússia, Lituânia e Argentina, obviamente, não podem ser consideradas cartas fora do baralho. Os Estados Unidos de LeBron James e Kobe Bryant formam a melhor seleção norte-americana desde o Dream Team de 1992, e é quase impossível que lhes escape o ouro olímpico.

O Brasil venceu seis e perdeu dois jogos na série de amistosos, que se iniciou em São Carlos. As derrotas da seleção foram para a Argentina e para os Estados Unidos. Contra os norte-americanos, anteontem, no jogo disputado em Manchester, o time do técnico Rubén Magnano causou boa impressão.

"A equipe hoje está com cerca de 70% do que vai render nos Jogos de Londres e será muito importante e bom jogar amistosos contra seleções como Austrália e França. Uma vamos enfrentar na estreia e a outra pode ser a nossa adversária na fase seguinte, dependendo do cruzamento. Será bom para cada um conhecer seu adversário, como ele joga, saber quem vai marcar dentro de quadra. Isso pode facilitar para nós num jogo decisivo dentro da Olimpíada", diz o ala-armador Alex.

Títulos na NBA. Quatro jogadores da França já conquistaram o título da NBA, algo que um brasileiro nunca alcançou. Já haviam colocado o anel de campeão da liga norte-americana profissional Parker (2003, 2005 e 2007, pelo San Antonio Spurs), Rodrigue Beubois e Ian Mahinmi (Dallas Mavericks, no ano passado). O pivô Turiaf, que se incorporou em março ao Miami Heat, foi campeão nesta temporada e se uniu ao grupo.

Diawara já defendeu o Miami Heat e o Denver Nuggets, mas hoje joga no basquete europeu. Há três temporadas, defende o Varese, da Itália. / A. L.

Tudo o que sabemos sobre:
basquete olimpíadas 2012

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.