Divulgação
Divulgação

Seleção masculina de handebol disputa torneio atrás de experiência

Rival de estreia do Brasil, a Rússia é a terceira colocada do ranking mundial

AE, Agência Estado

30 de outubro de 2013 | 20h13

HAMMAMET - Com um grupo renovado, a seleção brasileira masculina de handebol disputa, a partir desta quinta-feira, um torneio amistoso na cidade de Hammamet, na Tunísia. Para o técnico Jordi Ribera, será a chance de dar experiência aos jovens jogadores que estão ganhando uma oportunidade na equipe agora. "Para nós, proporcionar experiência a esses jogadores mais novos é muito importante. Para alguns, é a primeira convocação para a seleção adulta, e enfrentar adversários como estes é fundamental", afirmou Ribera, lembrando da força das outras três seleções do torneio, Rússia, Bielo-Rússia e Tunísia.

Rival de estreia do Brasil, a Rússia é a terceira colocada do ranking mundial. A Bielo-Rússia chegou às oitavas de final do Mundial da Espanha, em janeiro, mesma fase que alcançou a Tunísia, que também tem a vantagem de jogar o torneio em casa. "Nossos três adversários são muito fortes", disse Ribera. Depois de ter terminado o último Mundial em 13º lugar, na melhor campanha de sua história, a seleção brasileira está em preparação para o Campeonato Sul-Americano e Pan-Americano da categoria, ambos em 2014, mas o foco do trabalho do renovado grupo já é a disputa dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016.

Tudo o que sabemos sobre:
handebolJordi RiberaRio 2016

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.