Seleção masculina perde para a Polônia e se complica na Liga

No confronto direto pela vaga à fase final, vitória dos europeus; Brasil terá que esperar rivais para saber se luta pelo título

TAMPERE, FINLÂNDIA, O Estado de S.Paulo

18 de junho de 2012 | 03h05

Bastava uma vitória para a classificação, mas a seleção masculina sucumbiu novamente diante da Polônia. Além da terceira derrota em quatro jogos contra os rivais, o Brasil perdeu a oportunidade de se classificar à fase final da Liga Mundial como líder do Grupo B. No jogo realizado ontem, na Finlândia, os poloneses venceram por 3 sets a 1 (22/25, 23/25, 25/21 e 22/25).

Agora, o técnico Bernardinho e seus jogadores entram em compasso de espera para saber se a equipe ficará com a última vaga que resta na competição, aquela destinada ao segundo melhor colocado geral do torneio.

Essa definição, entretanto, só virá no dia 1.º de julho. O Grupo B era o mais adiantado da Liga. As outras chaves disputaram, até ontem, apenas a segunda semana da competição - faltam, portanto, mais duas rodadas.

"Nós ainda temos uma chance de chegar às finais, mas não acho que temos que pensar nisso agora", disse o técnico Bernardinho. "Vamos começar a treinar para a Olimpíada."

A espera do Brasil também causará um problema logístico. A seleção só saberá, no dia 1.º, se viaja ou não para Sofia, na Bulgária, onde a fase final será disputada. E os jogos já começam no dia 4 de julho.

Mas Bernardinho também tem motivos para respirar aliviado. O oposto Leandro Vissotto mostrou estar recuperado - ele só estreou na Liga Mundial na sexta-feira. O jogador, que passou por um cateterismo em abril, jogou os quatro sets (foi titular nos dois últimos) e se destacou como o maior pontuador da equipe, com 19 acertos. "Tivemos problemas com contusões, mas isso está sendo resolvido."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.