Seletiva completa judô olímpico

Os judocas Leandro Guilheiro e Luiz Camilo, da categoria leve, disputam, nesta sexta-feira, no tatame do Projeto Futuro, no Ibirapuera, em São Paulo, a segunda luta da série melhor-de-três da Seletiva Olímpica na categoria peso leve (até 73 quilos), também em melhor-de-três combates. A pesagem será às 8 horas e os combates iniciam às 10 horas. A categoria é a única que ainda não tem titular da equipe olímpica permanente definido. Camilo conseguiu na Justiça Comum adiar a seletiva. Se dependesse da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), a vaga seria de Guilheiro quando Camilo não pôde lutar em Teresópolis, dia 4 de abril, por causa de uma contusão no joelho direito. A CBJ já havia dado um adiamento ? os judocas não lutaram na Seletiva de Ipatinga, em março ? e não queria conceder novo prazo a Camilo. Leandro Guilheiro, campeão mundial júnior em 2002, lidera a disputa sobre Camilo, campeão do Pan-Americano de 2003, por 1 a 0. Se ganhar, será o titular da seleção. Uma vitória de Camilo provoca o desempate, dia 21. ?Não tenho do que reclamar. Independente do que acontecer, tive minha chance. Dentro das minhas possibilidades, fiz a melhor preparação. Mas só voltei a lutar mesmo há duas semanas. A recuperação foi dura. Cheguei a fazer quatro sessões de fisioterapia no mesmo dia?, afirma Chicão, de 25 anos e 1,79 m, atleta do IMES/AD São Caetano. Leandro Guilheiro não gostou do adiamento. O coordenador de judô de sua equipe, Rogério Sampaio, disparou críticas para todos os lados, mas o São Paulo não derrubou a liminar que o São Caetano obteve na Justiça. ?O mais difícil foi a indefinição. Estou treinando forte e nunca deixei de achar que iria para Atenas?, diz o judoca santista, de 21 anos e 1,77 m. O presidente da CBJ, Paulo Wanderley, comentou o fato de a luta ter saído dos tribunais e voltado aos tatames. ?O São Caetano pediu nova data e o São Paulo concordou. E por conta do entendimento e anuência das partes interessadas pudemos, enfim, remarcar a seletiva. Para o judô foi melhor, pois prevalece a legitimidade do resultado no âmbito esportivo.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.