Mike Segar/Reuters
Mike Segar/Reuters

Sem Bolt, Jamaica bate recorde no revezamento 4x200 m no Mundial

Na decisão do 4x100 metros, a equipe brasileira ficou em penúltimo lugar

Agência Estado

24 de maio de 2014 | 23h40

NASSAU - Mesmo sem contar com Usain Bolt, o homem mais rápido do mundo, a equipe jamaicana fez bonito neste sábado e obteve a melhor marca do planeta no 4x200 metros no Mundial de Revezamentos, que está sendo disputado em Nassau, nas Bahamas.

Yohan Blake liderou a equipe que cravou 1min18s63, ao lado dos compatriotas Nickel Ashmeade, Warren Weir e Jermaine Brown. Asafa Powell também ficou de fora porque cumpre suspensão por doping.

Com este tempo, eles superaram em cinco centésimos o recorde mundial que pertencia aos norte-americanos. A marca tinha 20 anos. Havia sido registrada em abril de 1994, contando com Carl Lewis na equipe. São Cristóvão e Neves ficou com a medalha de prata, enquanto a França levou o bronze.

O Brasil participou de apenas uma final neste sábado, no 4x100 metros. Vanusa Santos, Franciela Krasucki, Evelyn dos Santos e Rosângela ficaram em sétimo e penúltimo lugar, com o tempo de 43s67. Foi a primeira competição das brasileiras desde a fatídica queda do bastão no Mundial de Moscou, em agosto do ano passado.

A equipe norte-americana faturou o ouro, com 41s88, enquanto as jamaicanas levaram a prata, com 42s28. O revezamento de Trinidad e Tobago conquistou a medalha de bronze, com o tempo de 42s66.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.