Sem brasileiros, elite da Maratona de Londres terá tricampeão olímpico Bekele

O etíope domina as provas de fundo do atletismo entre 2003 e 2009

Estadão Conteúdo

09 de janeiro de 2017 | 15h42

Dono de três medalhas de ouro olímpicas, Kenenisa Bekele é o principal nome da lista de elite da Maratona de Londres, divulgada nesta segunda-feira. A corrida, uma das principais do calendário internacional, vai acontecer no dia 23 de abril e terá sua elite composta por 29 corredores no masculino. Nenhum deles é brasileiro.

O etíope de 34 anos dominou as provas de fundo do atletismo entre 2003 e 2009, ganhando tudo também no cross country. Bateu o recorde mundial tanto nos 5.000m quanto nos 10.000m e faturou quatro medalhas entre Atenas-2004 e Pequim-2008.

Em 2014, começou a carreira como maratonista, vencendo em Paris com recorde da prova e melhor marca de um estreante em todos os tempos. Após lesões, correu a Maratona de Londres machucado no ano passado, só para ficar apto a ser convocado para a Olimpíada. Mesmo assim, não foi chamado pela Etiópia, o que abriu uma crise no esporte do País.

A resposta veio em Berlim, em setembro, quando ele registrou o segundo melhor tempo da história, a 6 segundos do recorde mundial. No próximo dia 20, ele volta a correr, desta vez em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, em prova bem mais fraca - o anúncio também ocorreu nesta segunda-feira.

A atenção, porém, já está toda voltada para Londres, onde ele vai encarar, entre outros, o queniano Stanley Biwott, campeão de Nova York em 2015 e duas vezes vice em Londres. Outro nome forte é Bedan Karoki, prata no Mundial de Meia Maratona de 2016 e campeão mundial de cross country um ano antes. Ele fará sua estreia na distância. Feyisa Lilesa, prata olímpico na maratona, também estará na capital inglesa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.