Daniel Teixeira/AE
Daniel Teixeira/AE

Sem brigar pelo título, Corinthians é líder de público no Campeonato Brasileiro

Mesmo em 10º lugar, Fiel tem comparecido em peso no Pacaembu

VÍTOR MARQUES, O Estado de S.Paulo

23 de agosto de 2012 | 03h02

Após o título da Libertadores, o Corinthians ensaiou uma recuperação no Brasileiro, mas se manteve na parte intermediária da tabela, apenas em 10.º lugar. Se o time 'abandonou' o campeonato (são pequenas as chances de título), até em razão do Mundial de Clubes, a torcida não.

Ancorado pelo programa Fiel Torcedor, o Corinthians é o recordista de público do Nacional, com média de 23.861 pagantes por jogo como mandante.

Para o clássico contra o São Paulo, domingo, novamente o Pacaembu estará cheio - mais de 27 mil ingressos já foram vendidos (não há mais bilhetes de arquibancada e tobogã).

O jogo contra o São Paulo faz parte de um pacote de três partidas em que o clube fez promoção no valor no bilhete para quem faz parte do programa Fiel Torcedor.

Quem comprou ingressos para os jogos contra o Atlético-GO, Internacional e São Paulo ganhou desconto de até 40%. O próximo pacote que estará à venda engloba os jogos contra Atlético-MG, Grêmio e Ponte Preta.

"Com a antecipação da venda de ingressos, e o programa Fiel Torcedor contribuiu para isso, mantivemos uma média em torno de 25 mil pessoas no Pacaembu", diz Lúcio Blanco, gerente de arrecadação do clube.

Criado há quatro anos, o programa Fiel Torcedor contabilizada, segundo dados do clube, 100 mil cadastrados, sendo que 90 mil realizaram pelo menos uma compra pelo sistema.

Os planos que dão direito à prioridade de compra são vendidos a partir de R$ 100 a anuidade, como o Minha Vida.

Adquirir ingressos para jogos teoricamente sem importância pelo programa Fiel Torcedor também ajuda os participantes a somar pontos.

Isso é uma vantagem para que esses torcedores tenham prioridade de compra. Por exemplo: durante a Libertadores, competição de maior interesse, os torcedores que tinham direito ao primeiro lote de ingressos já deveriam ter adquirido um mínimo de 43 jogos. Foi assim na final contra o Boca Juniors.

"Não vamos conseguir ser justos, infelizmente, com todos os torcedores, mas vamos dar preferência àqueles que mais comparecem aos jogos", diz Blanco. "Infelizmente só temos disponíveis apenas 36, 37 mil ingressos à venda no Pacaembu."

Renda milionária. Um efeito positivo da média de público elevada é renda do clube, já que o Corinthians se tornou um dos recordistas em bilheteria. Segundo Blanco, a renda média é de R$ 700 mil em cada partida no Brasileiro. A rentabilidade maior no entanto são os jogos da Libertadores, com cerca de R$ 2 milhões por jogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.