Sem Cielo, Brasil fica fora da final do 4x100 metros

País foi representado na prova por Nicolas Oliveira, Bruno Fratus, Nicholas Santos e Marcelo Chierigini

AE, Agência Estado

29 de julho de 2012 | 08h25

Sem a presença de Cesar Cielo, poupado para uma possível final, o Brasil foi eliminado precocemente da disputa do revezamento 4x100 metros livre nos Jogos Olímpicos de Londres. Neste domingo, a equipe brasileira não conseguiu a classificação para a decisão ao fazer apenas o nono tempo das eliminatórias.

O Brasil foi representado na prova por Nicolas Oliveira, Bruno Fratus, Nicholas Santos e Marcelo Chierigini. Cielo, que vai competir na Olimpíada de Londres nos 50 e 100 metros livre, não nadou. "Era uma estratégia. Era interessante poupá-lo para a final, porque vai nadar três vezes nos 50 e 100 metros, então vai se cansar. O staff tomou essa decisão", disse Nicholas Santos, em entrevista ao SporTV.

Na sua bateria, o Brasil ficou apenas na quarta colocação, com 3min16s14, apenas o nono tempo na classificação geral. Essa eliminatória foi vencida pelo revezamento francês, com 3min13s38. A Austrália conseguiu a melhor marca das eliminatórias, com 3min12s29.

O brasileiro Daniel Orzechowski fracassou na tentativa de se classificar para as semifinais dos 100 metros costas. Neste domingo, ele ficou em último lugar na sua bateria, com o tempo de 54s20, vencida pelo norte-americano Nick Thoman, com 53s48. Matthew Grevers, também dos Estados Unidos, foi o mais rápido das eliminatórias, com o tempo de 52s92, seguido pelo chinês Feiyi Cheng, com 53s22.

Nos 200 metros livre, Ryan Lochte passou para as semifinais na segunda colocação, com o tempo de 1min46s45. O astro norte-americano foi batido na sua eliminatória pelo chinês Yang Sun, com 1min46s24.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.