David Mercer/ USA Today Sports
David Mercer/ USA Today Sports

Sem velocistas, Jamaica tem 'Fred Flinstone' no arremesso de peso

O'Dayne Richards, de 118kg, conquistou ouro, nesta terça

NATHALIA GARCIA, Enviada Especial a Toronto, Estadão Conteúdo

22 de julho de 2015 | 19h17

Sem os velocistas Usain Bolt e Yohan Blake, a Jamaica tenta conquistar espaço nas provas de campo nos Jogos Pan-Americanos de Toronto. O'Dayne Richards, do arremesso de peso, já deu a sua contribuição nesse sentido. O "Fred Flinstone" jamaicano faturou a primeira medalha de ouro do País nesta edição e quebrou o recorde pan-americano, com 21,69 metros.

"Ao poucos a Jamaica está respeitando e apreciando os eventos de campo. Já tivemos atletas espetaculares antes e ver isso crescendo, chegando ao nível mundial é muito bom. A medalha é um sinal para o mundo de que somos capazes", comemora.

O apelido do atleta de 118kg foi inspirado no desenho animado e escolhido pelo próprio treinador. "Eu estava na Universidade St. George, na Jamaica, e meu treinador dava apelidos para todo mundo. Nós jamaicanos temos um sotaque e, quando dizemos "fling" - em português significa arremessar -, soa como "flint", aí juntaram "fling stone" (arremesso de pedra) e surgiu o nome", conta.

Antes de investir no arremesso de peso, O'Dayne andava por outros campos. Filho de jogador de futebol, ele chegou a pensar em seguir a carreira do pai. "Eu costumava jogar futebol em uma equipe em minha comunidade, fui goleiro por alguns anos. Não sei se era bom, não sou a melhor pessoa para dizer isso, mas nós ganhávamos alguns jogos", relembra.

Aos 26 anos, o atleta da Jamaica quer buscar boas marcas no arremesso de peso também fora das Américas. "Meu ano não tem sido tão bom, tive uma temporada montanha-russa, alguns resultados bons e outros nem tanto. Mas é bom ver que eu estou evoluindo e crescendo perto do Mundial." A competição será disputada em Pequim, entre 22 e 30 de agosto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.