Sem gastar, São Paulo aposta em conhecidos

Como investiu pesado em contratações e as coisas não deram certo neste ano, a diretoria do São Paulo resolveu que 2011 vai adotar a política do "bom e barato". Nada de contratações milionárias. Para começar a reforçar o elenco sem gastar nada, as duas primeiras "aquisições" para 2011 são jogadores que pertencem ao clube e que souberam bem como aproveitar o fato de terem sido emprestados para outros time. Os atacantes Henrique e Mazola serão as novidades do elenco no ano que vem.

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

24 de novembro de 2010 | 00h00

Henrique está emprestado para o Vitória e tem chamado a atenção pela disposição e raça em campo, mesmo jogando poucos minutos pelo time baiano. Mazola faz uma boa campanha no combalido Guarani e se destaca pela velocidade e facilidade para driblar. "Quero contar com os dois. Vamos reforçar o elenco com eles, por tudo que fizeram no campeonato", disse Paulo César Carpegiani.

Henrique recebeu com surpresa a notícia de que o treinador já lhe garantiu no ano que vem. "Bom demais isso. Esperava tanto por esse momento. Tudo isso é graças a muito trabalho", contou o atacante de 19 anos.

Em relação ao perfil do elenco para o ano que vem, o treinador tem bem definido o que quer. "Quero um time com vibração. Vai jogar comigo jogadores com essa característica."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.