Sem Guga, Marcos Daniel ganha vaga na Davis

Sem Gustavo Kuerten, em novo período de recuperação na clínica do cirurgião Marc Philippon, em Pittsburgh, nos Estados Unidos, o tenista gaúcho Marcos Daniel, atualmente o número 1 do Brasil (84º lugar no ranking mundial), vai ganhar uma vaga na equipe da Copa Davis, que enfrenta o Equador, de 7 a 9 de abril, na cidade de Cuenca. O técnico e capitão Fernando Meligeni ainda não confirmou a convocação, o que só irá fazer na próxima segunda-feira, mas a saída de Guga abre espaço para sua presença no grupo, formado também por Flávio Saretta, Ricardo Mello e André Sá.O confronto com o Equador vai decidir uma vaga para o playoff do Grupo Mundial da Davis, marcado para setembro. O Brasil terá muitas dificuldades para superar os equatorianos. Além da força dos irmãos Lapentti (Nicolas e Giovanni), a altitude de Cuenca será mais um obstáculo. Para facilitar a adaptação e diminuir os efeitos da altitude, a maioria dos jogadores da equipe brasileira irá jogar, na semana anterior ao confronto em Cuenca, um torneio challenger na Cidade do México, também muito alta.Nos Estados Unidos, Guga falou com a imprensa nesta terça-feira e admitiu não se sentir suficientemente capaz de voltar a jogar no momento. ?Melhorei muito nos últimos meses, mas ainda preciso buscar maior estabilidade no quadril?, justificou o tenista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.