Sem Kleina, Ponte fica no empate sem gols

A Ponte Preta precisava somar pontos para quebrar o tabu de oito jogos sem vitórias no Campeonato Brasileiro, mas não conseguiu sair do empate sem gols contra o Vasco na primeira partida sem o técnico Gilson Kleina, que foi para o Palmeiras. Apesar de Guto Ferreira ter sido anunciado como substituto do treinador, Zé Sérgio, ex-jogador do São Paulo, comandou o time campineiro ontem do banco de reservas.

CAMPINAS, O Estado de S.Paulo

24 de setembro de 2012 | 03h05

O empate da Ponte foi o quarto seguido. Para o Vasco foi um resultado ruim, pois deixou o time a 12 pontos do líder do Brasileiro, o Fluminense, que venceu no sábado e soma 56.

Kleina vai reencontrar seu antigo clube na noite de sábado, quando a Ponte enfrentará o Palmeiras. O Vasco joga no mesmo dia contra o Figueirense diante de sua torcida.

O destaque da rodada foi o Flamengo, que quebrou o jejum de sete rodadas sem vitórias. Bateu de virada, por 2 a 1, o lanterna Atlético-GO, no Serra Dourada. A esperança é a de que o time carioca inicie um embalo que leve o grupo à vitória no Fla x Flu do próximo domingo. O Atlético-GO tem adversário duro: o Sport, no Recife.

O Inter entrou definitivamente na briga por uma vaga entre os classificados para a Taça Libertadores do ano que vem ao derrotar o Bahia por 3 a 0, gols de Fred, Forlán e Leandro Damião. O time soma 40 pontos, apenas quatro a menos do que o primeiro da zona de classificação, o Vasco.

Pênalti. O Sport contou com pênalti providencial nos acréscimos para derrotar o Coritiba por 1 a 0. Com o resultado, o clube paranaense fica com apenas 28 pontos, um a mais do que o adversário, o primeiro entre os quatro times que estão atualmente na zona de rebaixamento para a Série B de 2013.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.