Sem Lais Souza, Josi Santos fecha equipe brasileira dos Jogos de Sochi

Ginasta entra na vaga de colega hospitalizada para prova de esqui aéreo livre

Agência Estado

30 de janeiro de 2014 | 19h06

SÃO PAULO - Lais Souza teria direito a uma vaga nos Jogos Olímpicos de Inverno em Sochi, mas, como sofreu um grave acidente na última segunda-feira e está internada nos Estados Unidos, o Brasil resolveu enviar à competição na Rússia a também ex-ginasta Josi Santos, que era sua companheira de treinos na prova do esqui aéreo livre. A confirmação veio nesta quinta, com o anúncio dos seis atletas da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN) que vão disputar a Olimpíada a partir da próxima semana.

Antes de confirmar a presença de Josi na equipe olímpica, os dirigentes da CBDN tiveram uma conversa com ela para saber sobre a sua disposição em disputar os Jogos de Sochi. Afinal, a atleta vinha treinando junto com Lais e está acompanhando a recuperação da amiga nos Estados Unidos.

Melhor brasileira no ranking da modalidade, Lais deveria ficar com a vaga destinada ao Brasil para os Jogos de Sochi. Mas ela sofreu um grave acidente na última segunda-feira, quando esquiava em Salt Lake City, nos Estados Unidos. A ex-ginasta de 25 anos, que começava uma nova carreira no esqui, teve um trauma severo na coluna cervical e já passou por uma cirurgia no hospital - pelo último boletim médico, "não pode mover braços e pernas e está com o auxílio de ventilação mecânica para respirar".

A segunda candidata para a vaga brasileira no esqui aéreo livre era Josi, que aceitou o desafio. Além dela, a CBDN vai levar para Sochi outros cinco atletas: Isabel Clark (snowboard), Jaqueline Mourão (cross country e biatlo), Leandro Ribela (cross country), Jhonatan Longhi (esqui alpino) e Maya Harrisson (esqui alpino). "Alcançamos nosso objetivo fixado em 2010 de classificar um número recorde de atletas e de modalidades para os Jogos de 2014", disse o presidente da entidade, Stefano Arnhold.

Assim, a delegação do Brasil para os Jogos de Sochi está completa, com o recorde de 13 atletas - antes, a maior participação tinha sido em Salt Lake City/2002, com 10. Além da equipe da CBDN, a Confederação Brasileira de Desportos no Gelo (CBDG) levará Edson Bindilatti (bobsled), Edson Martins (bobsled), Fabiana dos Santos (bobsled), Fabio Gonçalves (bobsled), Odirlei Pessoni (bobsled), Sally Mayara (bobsled) e Isadora Willians (patinação artística) para a competição na Rússia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.