Divulgação
Divulgação

Sem Lucas Lima, Santos aposta em Longuine contra o Água Santa

Meia-atacante será titular pela primeira vez no ano

Gonçalo Junior, O Estado de S. Paulo

12 de março de 2016 | 08h00

O técnico Dorival Junior fez mistério ao longo da semana, mas acabou fazendo a escolha mais óbvia para substituir Lucas Lima, suspenso pelo terceiro cartão amarelo da partida deste sábado contra o Água Santa, às 18h30, no Pacaembu. O escolhido foi o meia Rafael Longuine, reserva direto do camisa 20. Será a primeira oportunidade do jogador como titular do Santos na temporada.

"Ele tem entrado muito bem nos jogos. Tínhamos outras opções, mas a chance é pelo momento que ele vem vivendo", justificou o treinador.

Depois de ter sido destaque no Campeonato Paulista no ano passado, Longuine teve algumas chances com Marcelo Fernandes, antigo treinador, mas virou reserva com Dorival. O treinador fez questão de não negociá-lo. "Quando eu cheguei, defini a equipe e mantive a escalação por um tempo maior. Nessa definição, Longuine não fazia parte. Mas ele não perdeu as qualidades que tem".

A escalação de Longuine vai fazer o Santos jogar de uma maneira diferente. Lucas Lima é o armador clássico e joga centralizado; Longuine se aproxima mais da área e costuma jogar também pelos lados. Sua função principal será os lançamentos para Gabriel e Ricardo Oliveira, dividindo as ações criativas com Serginho.

O Água Santa vai jogar por um empate. Nesta sexta, a equipe foi cobrada pelo presidente depois de duas derrotas e um empate nos últimos jogos. Atualmente, o time está em terceiro no Grupo D, com onze pontos - o Corinthians é o líder com 17.

ÁGUA SANTA

O técnico Márcio ribeiro carregou seu time de dúvidas para enfrentar o Santos. A principal delas é o centroavante Everaldo, artilheiro do time, com cinco gols. Ele sentiu dores musculares na derrota para o Oeste, por 1 a 0, mas não quer ficar de fora deste duelo."Já melhorei. Se depender de mim, estou escalado", brincou Everaldo.

Rafael Martins, liberado pelos médicos, é a opção ofensiva na ausência do artilheiro. A situação mais preocupante é a do goleiro Roberto, que deixou o campo no intervalo. Fará um teste antes do jogo, mas Richard está pronto para entrar se for necessário.

As surpresas mesmo podem aparecer no meio-campo. Tchô tem treinado bem e briga pela camisa de Francisco Alex. De outro lado, Giva, que estreou na última rodada, volta a ficar como opção no banco de reservas.

"Independente do time que estamos enfrentando, temos que pensar na vitória. Precisamos acertar alguns pontos, principalmente na defesa, mas vamos buscar o gol durante os 90 minutos", garantiu Marcio Ribeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.