Sem Luis Suárez mais uma vez, Uruguai enfrenta a Venezuela para seguir vivo

Principal nome do futebol uruguaio na atualidade, Luis Suárez vai seguir como desfalque para a seleção do Uruguai na Copa América Centenário. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, o técnico Oscar Tabárez confirmou que o atacante do Barcelona não fica nem no banco de reservas no duelo desta quinta-feira, às 20h30 (de Brasília), diante da Venezuela, na Filadélfia.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

09 de junho de 2016 | 06h00

"Luis está fazendo uma reabilitação e que se encontra atualmente no seu 17.º dia e até que não termine com esse processo, não jogará", avisou o treinador, que fará quatro mudanças na equipe titular na comparação com a equipe que levou 3 a 1 do México na estreia, no último domingo.

Na lateral esquerda, Gastón Silva entra no lugar de Álvaro Pereira, enquanto que no meio Álvaro González substitui o volante Vencino, expulso na estreia. Lodeiro, ex-Corinthians e atualmente no Boca Juniors, dá lugar a Gastón Ramírez. Já no ataque, Cristhian Stuani volta a ser titular, colocando Diego Rolan no banco de reservas.

A equipe será formada assim: Muslera; Maxi Pereira, José María Giménez, Godín e Gastón Silva; Carlos Sánchez, Álvaro González, Arévalo Rios e Gastón Ramírez; Stuani e Cavani. A partida será a 113.ª de Maxi Pereira com a camisa do Uruguai, igualando o recorde do atacante Diego Forlán, que se aposentou da seleção.

Neste Grupo C, o Uruguai precisa vencer a Venezuela depois da derrota na estreia - os venezuelanos bateram a Jamaica por 1 a 0 na primeira partida e lideram junto com o México. Também nesta quinta-feira, às 23 horas (de Brasília), no estádio Rose Bowl, em Pasadena (Califórnia), os mexicanos encaram os jamaicanos e uma vitória pode garantir uma vaga nas quartas de final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.