Sem problemas, Tite terá força máxima no clássico

Chicão escapa de punição e Emerson se recupera de lesão. Dúvida do técnico é jogar com três ou dois atacantes

Vítor Marques, O Estado de S.Paulo

17 de setembro de 2011 | 00h00

Tite conta com um bom trunfo para vencer o Santos e manter a liderança do Brasileiro: o Corinthians terá força máxima no clássico, amanhã, no Pacaembu.

Os principais problemas que o treinador tinha para a partida foram resolvidos ontem.

Chicão foi absolvido pelo STJD e vai para o jogo. Emerson treinou normalmente, afastando a possibilidade de ser cortado por contusão.

Com praticamente todos os jogadores à disposição, Tite só irá definir o time no treino que fará hoje pela manhã.

"Tenho uma ideia da escalação, mas prefiro esperar. Não quero falar sobre isso."

O que o treinador não quer falar é se ele irá escalar o trio ofensivo, com Jorge Henrique, Liedson e Emerson, ou voltar a usar dois meias (Alex e Danilo).

Mas a opção mais provável é a primeira, com três atacantes, com uma modificação tática: a troca de posicionamento de Jorge Henrique, que deve passar a atuar pelo lado direito do ataque, e não pelo esquerdo. É uma maneira de brecar os avanços de do lateral-esquerdo Léo.

Seria uma formação muito parecida com que venceu o Flamengo, semana passada por 2 a 1.

"Pode ser o Jorge ou posso colocar um jogador mais agudo (Willian) para jogar em cima do lateral deles", disse Tite.

Paulinho e Ralf, que estavam com a seleção brasileira, também estão confirmados, assim como Alex, que nem sequer participou do jogo treino contra o Osasco, quinta-feira.

Na defesa, Alessandro está liberado pelo departamento médico - treinou bem ontem - e deve ir para o jogo.

Quase pronto. Adriano realizou ontem um treino de finalização. Chutou várias bolas ao gol com a perna esquerda (a que ele operou o tornozelo) e poderá, enfim, fazer sua estreia dentro de três semanas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.