Sem ritmo, Fred e Deco emperram equipe carioca

Com o retorno de Fred e Deco e o sempre presente Conca, todos no Fluminense tinham convicção na vitória sobre o Goiás, ontem, no Engenhão. Foi a primeira vez que os três estiveram em campo juntos. Mas a "trinca" só ficou em campo, junta, por 45 minutos. Com uma atuação apagada de Deco e Fred na primeira etapa, Muricy Ramalho alterou o time, e o meia saiu. "Fiz a mexida tanto do Deco quanto do Tartá para dar companhia ao Fred, que estava isolado na frente. Coloquei o Diguinho para liberar o Carlinhos e o Mariano", disse Muricy, explicando as entradas do volante e de Washington.

, O Estado de S.Paulo

15 de novembro de 2010 | 00h00

Os dois jogadores mais bem pagos do elenco, ganhando juntos mais de R$ 1,3 milhões mensais, sentiram a falta de ritmo de jogo e o pouco entrosamento. Mas o comandante tricolor estava especialmente satisfeito com o desempenho de Fred. "Nos surpreendeu muito pela disposição e a resistência física dele." Muricy reconheceu que os goianos apresentaram muitos problemas ao a seus jogadores. "Não conseguimos sair da marcação."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.