Sem Scheidt, seletiva olímpica da Laser começa neste sábado

A previsão é de que a seletiva tenha 14 regatas, sendo duas por dia, até a próxima sexta-feira

Agência Estado

22 de fevereiro de 2008 | 18h39

Começa neste sábado, no Rio, a seletiva olímpica para definir o representante brasileiro na classe Laser para os Jogos de Pequim. A disputa promete ser equilibrada entre os 17 iatistas inscritos, já que Robert Scheidt, dono de oito títulos mundiais e duas medalhas de ouro olímpicas na Laser, passou a competir na classe Star. A previsão é de que a seletiva tenha 14 regatas, sendo duas por dia, até a próxima sexta-feira - desde que as condições do mar e do vento na Baía de Guanabara permitam. E o favorito para a vaga é o catarinense Bruno Fontes, que foi reserva de Scheidt na Olimpíada de Atenas, em 2004.  "Estou muito bem treinado e sereno. Estou invicto há dois anos no País e tenho títulos importantes internacionais. Quero ratificar esse bom momento com a conquista da vaga", afirmou Bruno Fontes, que foi o 11º colocado no Mundial da Austrália, na semana passada. "O campeonato será difícil, já que vamos competir o tempo todo em vento fraco e isso equilibra o torneio."

Tudo o que sabemos sobre:
seletiva olímpicavelaPequim 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.