Sem surpresas, Felipão anuncia os 23 convocados para a Copa do Mundo

Victor, Maicon, Hernanes e Henrique entraram na lista anunciada nesta quarta-feira

Sílvio Barsetti e Marcio Dolzan, O Estado de S. Paulo

07 de maio de 2014 | 11h40

RIO - Sem surpresas e de muito bom humor, o técnico Luiz Felipe Scolari revelou nesta quarta-feira os 23 jogadores escolhidos para defender a seleção brasileira na Copa do Mundo. O grupo já estava praticamente definido há algum tempo, com a base que foi campeã da Copa das Confederações ano passado, mas ainda faltava confirmar alguns nomes, como Victor, Maicon, Hernanes e Henrique, que entraram na lista anunciada numa casa de shows no Rio.

Desde que assumiu o comando da seleção no fim de 2012, em substituição ao demitido Mano Menezes, Felipão testou diversos jogadores, até mesmo craques veteranos como Kaká e Ronaldinho Gaúcho, que não conseguiram se firmar no grupo. Mas, depois da vitoriosa campanha na Copa das Confederações, o treinador definiu a base da sua equipe, com a qual o Brasil vai encarar a missão de disputar a Copa do Mundo em casa. E tentar o hexa.

Assim, jogadores como Julio Cesar, Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz, Marcelo, Luiz Gustavo, Paulinho, Oscar, Neymar, Hulk e Fred já sabiam que seriam convocados - esses 11 jogadores devem formar o time titular para a estreia na Copa, diante da Croácia, dia 12 de junho, em São Paulo. Outros nomes também estavam certos na lista, como Jefferson, Dante, Ramires e Bernard.

Restava, portanto, um certo mistério em apenas quatro vagas do grupo dos 23 convocados. Felipão, então, optou pelo goleiro Victor, pelo lateral-direito Maicon, pelo zagueiro Henrique e pelo volante Hernanes. Assim, jogadores como Diego Cavalieri, Rafinha, Dedé e Lucas Leiva, que ainda tinham esperança de ser chamados, vão ficar apenas na torcida durante a Copa.

Mesmo tendo sofrido contusão no joelho direito no último domingo, durante jogo do Atlético-MG, o atacante Jô precisará de apenas 15 dias de recuperação e foi chamado para ser o reserva imediato de Fred. Grande astro da seleção, Neymar também está em tratamento, após ter se machucado no pé esquerdo há três semanas, mas que não será problema na Copa.

SEM POLÊMICAS

Como a seleção vem jogando bem e conquistou a confiança da torcida, principalmente depois do título da Copa das Confederações no ano passado, Felipão não enfrentou grandes polêmicas para fechar a lista do Mundial. Situação bem diferente, por exemplo, do que aconteceu com ele próprio em 2002, quando ignorou a pressão popular e não convocou Romário. Dessa vez, o grupo já estava consolidado e não houve espaço para questionamentos.

Agora, os 23 escolhidos por Felipão se reúnem a partir de 26 de maio, quando começa a preparação da seleção na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). Antes do Mundial, o Brasil ainda fará dois amistosos: enfrenta o Panamá, em 3 de junho, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, e a Sérvia, três dias depois, no Morumbi, em São Paulo.

Na Copa do Mundo, a caminhada em busca pelo hexa começa em 12 de junho, quando o Brasil faz a abertura da competição diante da Croácia, na Arena Corinthians, em São Paulo. Depois, será a vez de enfrentar o México, em 17 de junho, no Castelão, em Fortaleza. E, para encerrar a primeira fase, a seleção jogará contra Camarões, em 23 de junho, no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília. Como disse o próprio Felipão, a Copa começou efetivamente nesta quarta-feira para o Brasil, com a divulgação dos 23 escolhidos para o desafio de buscar o caneco.

CONFIRA A LISTA

Goleiros - Julio Cesar (Toronto FC), Jefferson (Botafogo) e Victor (Atlético-MG)

Laterais - Daniel Alves (Barcelona), Marcelo (Real Madrid), Maxwell (Paris Saint-Germain) e Maicon (Roma)

Zagueiros - Thiago Silva (Paris Saint-Germain), David Luiz (Chelsea), Dante (Bayern de Munique) e Henrique (Napoli)

Volantes - Luiz Gustavo (Wolfsburg), Paulinho (Tottenham), Fernandinho (Manchester City) e Hernanes (Inter de Milão)

Meias - Oscar (Chelsea), Willian (Chelsea), Ramires (Chelsea) e Bernard (Shakhtar Donetsk)

Atacantes - Neymar (Barcelona), Fred (Fluminense), Hulk (Zenit) e Jô (Atlético-MG)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.