Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Sem torcida, seleção faz último treino no Castelão

Felipão realiza treino de movimentação e jogadas ensaiadas

Mateus Silva Alves - Enviado Especial, Agência Estado

18 de junho de 2013 | 16h41

FORTALEZA - A seleção brasileira fez na tarde desta terça-feira seu último treino antes da partida contra o México, nesta quarta-feira, no Castelão, pela segunda rodada da Copa das Confederações. Assim como já havia ocorrido na véspera do jogo contra o Japão, em Brasília, o time de Luiz Felipe Scolari não se limitou ao tradicional reconhecimento do gramado do estádio cearense. A seleção treinou jogadas importantes, que poderão ajudá-la a vencer os mexicanos.

Na primeira parte da atividade, que teve duração total de pouco mais de uma hora, Felipão separou reservas e titulares e treinou a movimentação da equipe que vai começar jogando nesta quarta-feira - a mesma que iniciou a partida contra o Japão. A ordem era tocar a bola rapidamente e usar bastante os lados do campo, recursos importantes para enfrentar uma equipe com defesa bem fechada, como deverá ser a do México no Castelão.

Depois, o treinador comandou um ensaio de jogadas de bola parada, com ênfase nos cruzamentos altos para a área. Na parte final do treino, a maioria dos jogadores se divertiu em um "rachão". Apenas David Luiz e Hulk não participaram dessa atividade recreativa, já que estavam do outro lado do campo treinando cobranças de faltas.

Como acontece sempre que a seleção treina nos estádios que recebem a Copa das Confederações, a atividade desta terça-feira não foi aberta ao público, apenas aos jornalistas, diferentemente do que ocorreu no dia anterior, quando a torcida cearense pôde ver os minutos finais do treino realizado no Estádio Presidente Vargas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.